Economia

Ministro secunda anúncio proferido pelo Presidente Joe Biden

O ministro da Energia e Águas secundou, esta segunda-feira, no Soyo, o Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, a anunciar fundos norte-americanos em projecto de energia solar fotovoltaica em Angola, em projecto que ajudam o país a elevar a taxa de electrificação para 50 por cento da população, até 2025.

28/06/2022  Última atualização 10H03
Fundos norte-americanos em projectos de renováveis © Fotografia por: DR

O presidente norte-americano anunciou hoje, em Elmau, Alemanha, à margem de uma Cimeira do G7 (o grupo dos sete países mais industrializados) , numa parceria que envolve capital público e privado, como doações, investimento Federal e do sector privado.

João Baptista Borges reafirmou, em declarações transmitidas pelo Canal A da Rádio Nacional de Angola que quatro províncias do país beneficiam do projecto, nomeadamente, Cuando Cubango, Cunene, Huíla e Namibe, indicando que o valor envolvido é de dois mil milhões de dólares, incluindo sistemas de abastecimento de água  nessa mesma região sul do país.

"Estamos a falar em sedes de municípios onde vamos utilizar sistemas fotovoltaicos, ou seja, parques solares com ba-terias e redes de distribuição que vão permitir acelerar o acesso dessas populações que nunca beneficiaram de energia de fontes limpas”, garantiu o ministro.

Nessas declarações, João Baptista Borges considerou que a implementação "deste processo vai representar, de facto, uma mudança radical na vida das pessoas que vivem nessas regiões, sendo, também, um passo im-portante no sentido da transição energética e do aumento do acesso à electricidade”.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia