Regiões

Ministro recomenda cumprimento dos prazos de conclusão de obras

Uma delegação chefiada pelo ministro da Energia e Águas, João Baptista Borges, avaliou esta segunda-feira (16), duas importantes obras de energia solar nas localidades do Biópio e Baía Farta, província de Benguela, tendo recomendado o cumprimento dos prazos de execução.

16/08/2021  Última atualização 18H01
© Fotografia por: CEDIDA

O ministro que se fez acompanhar, também, do governador da província de Benguela, Luís Nunes, constatou no Biópio o ritmo das obras do projecto de energia solar.

Na ocasião, os governantes receberam explicações sobre questões técnicas relativas ao projecto, onde o ministro Borges aproveitou para deixar algumas recomendações, entre elas, o cumprimento dos prazos da conclusão do projecto.

O titular da pasta da Energia e Águas sublinhou, igualmente, a necessidade de se preverem estudos que permitam um melhor sincronismo entre as várias fontes de fornecimento de electricidade e igualmente um sistema de protecções.

O projecto do Biopio foi lançado em Março de 2021 e prevê uma potência de 188,8 MWdc, contando com uma execução física de 12,20% e uma execução financeira na ordem dos 55,75%.

Baía Farta

Na Baía Farta, a comitiva analisou o andamento das obras de um outro projecto, também de energia solar.

No local, à semelhança do Biópio foi feita uma breve apresentação do projecto. A obra lançada no mesmo dia que o do Biópio, tem uma potência prevista de 96,7 MWdc e tem um grau de execução física de 10,55% e financeira de 59,71%.

Segundo apurou o Jornal de Angola, essas visitas enquadram-se num périplo que João Baptista Borges está a efectuar nas províncias de Benguela, Huíla, Cunene e Huambo com o objectivo de constatar o grau de execução dos vários projectos do sector da Energia e Águas.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões