Economia

Ministro quer aumento da produção e industrialização

O ministro da Indústria e Comércio, Rui Miguêns de Oliveira, defendeu, ontem, em Genebra, Suíça, o aumento da produtividade e da industrialização nacional, para a geração de mais emprego.

14/06/2024  Última atualização 09H55
© Fotografia por: DR

Rui Miguêns de Oliveira falava no painel de alto nível sobre o tema "Preparando-se para as economias de amanhã – a urgência de opções e acções”, no segundo dia do Fórum global de líderes que se realiza no âmbito do 60.º aniversário da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD), que encerra hoje.

Segundo o governante, um dos maiores desafios que Angola enfrenta é que a população está a aumentar numa proporção superior ao crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), o que impõe a necessidade de aumentar, ao mesmo tempo, a produtividade e a industrialização, que trazem outro grande desafio: a geração de empregos em quantidade e qualidade.

O ministro informou que o país está a trabalhar no sentido de diversificar a sua economia em sectores fora do sector mineiro. "Angola perspectiva alcançar a segurança alimentar para todos, que passa por desenvolver a agricultura e a industrialização dos produtos. Nesse esforço, o Governo tem desempenhado um papel muito importante e está a convidar o sector privado para investir, tanto na agricultura como na indústria, com vista a garantir alimentos para uma população em crescimento acelerado”, disse Rui Miguêns.

O Executivo, acrescentou, está também a investir no sector da Educação, com o intuito de preparar as próximas gerações para conduzirem a revolução produtiva que está por vir e para serem os futuros líderes do país.

 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia