Economia

Ministro exorta cooperativas de diamantes ao cumprimento da lei

O ministro dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás exortou esta sexta-feira (22) as cooperativas semi-industriais de diamantes a actuarem de forma “sustentável” baseando-se em “princípios técnicos e legais”, admitindo que o combate ao garimpo constitui “desafio das autoridades”.

22/10/2021  Última atualização 13H09
© Fotografia por: DR

Diamantino de Azevedo, que falava na abertura do segundo encontro sobre a actividade semi-industrial de diamantes em Angola, apontou igualmente o que considerou de "desafios significantes” no domínio da organização das cooperativas do sector.

"Temos desafios significantes do ponto de vista de organização das cooperativas, nomeadamente organização técnica, administrativa, de observância dos princípios técnicos para o desenvolvimento de projectos mineiros”, disse.

De acordo com o ministro, o combate ao garimpo de diamantes, sobretudo na Região Leste de Angola onde persiste a actividade, consta também dos desafios das autoridades e parceiros que actuam neste segmento de exploração mineira.

"E também temos desafios por parte dos órgãos do Governo relativamente à mais e melhor apoio às nossas cooperativas. Portanto, a responsabilidade de melhoria da situação é de ambos os atores e só em conjunto poderemos resolver estas questões”, sublinhou.

O estado actual da actividade de exploração semi-industrial de diamantes e o balanço das actividades do grupo de trabalho para o acompanhamento da conversão jurídica das cooperativas mineiras em sociedades comerciais são alguns dos pontos em análise no encontro.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia