Cultura

Ministro da Cultura e Turismo ausculta autoridades tradicionais

Lino Vieira | Luena

Jornalista

O ministro da Cultura e Turismo, Filipe Zau, trabalhou, terça-feira (15), na vila de Cazombo, sede do município do Alto-Zambeze, Moxico, onde manteve contactos com as autoridades tradicionais locais.

15/11/2022  Última atualização 21H39
Titular da pasta da Cultura e Turismo à chegada a Cazombo © Fotografia por: Edição Novembro
Em declarações à imprensa, na sua chegada ao  aeroporto Comandante Dangereurx, no Luena, Filipe Zau afirmou que a  deslocação  a Cazombo visou, essencialmente, manter contactos com as autoridades tradicionais daquela circunscrição administrativa.

O ministro da Cultura e Turismo sublinhou que,  para além de conhecer as potencialidades turísticas da região, um dos objectivos da sua deslocação a Cazombo é de constatar a realidade dos problemas do  povo Luvale, por ser uma etnia muito rica no ponto de vista cultural. Filipe Zau defendeu uma maior divulgação das informações na língua Luvale por parte dos órgãos de comunicação social, no sentido de valorizar a cultura angolana.

Finalmente, o ministro da Cultura e Turismo manifestou a sua satisfação  pelo facto de uma tribo rica em aspectos culturais e histórico, ser dirigida  por uma mulher, situação que considerou inédita no contexto actual.

Para além de um encontro com a rainha Nhacatolo, Filipe Zau perspectiva auscultar o Rei Mwene Mbandu IV da etnia Bundas  e o regedor Chinuque da comunidade Lunda Ndembo.

O Jornal de Angola, ouviu alguns cidadãos que vivem no   Cazombo que  consideram a visita do ministro da Cultura como uma soberana oportunidade,  para acabar  com as guerras existentes entre etnia Luvale e Lunda  Ndembo.

Domingos Paulo residente no Cazombo espera que os contactos que o ministro vai tendo com a rainha Nhacatolo e o regedor Chinuque, resultem  em bons conselhos e palavras  de persuasão, para se evitar os conflitos que já perduram décadas naquela região.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura