Coronavírus

Ministério da Saúde anuncia indisponibilidade da vacina Sputnik V

O Ministério da Saúde anunciou, quarta-feira, a indisponibilidade da componente 2 da vacina Sputnik V no país. “Gostaríamos de tranquilizar os utentes que precisam de tomar a segunda dose desta vacina para aguardarem pela próxima convocatória”, refere um comunicado do Ministério da Saúde, realçando que, apesar disso, continuam a ser administradas a segunda dose das vacinas da Pfizer, AstraZeneca e Sinopharma em Luanda.

23/07/2021  Última atualização 05H50
© Fotografia por: DR
"A vacina é gratuita, segura e salva vidas”, destaca o comunicado. No dia 15 deste mês, o país recebeu 25 mil doses da vacina Sputnik V, doadas pela diamantífera russa Alrosa, que permitiram dar início a aplicação da segunda dose. Na altura, a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, assegurou que, em breve, chegariam mais doses da vacina Sputnik V para dar continuidade ao processo de imunização.
O embaixador da Rússia em Angola, Vladimir Tararov, na altura, também, garantiu que o seu país vai continuar a enviar vacinas para Angola, de modo a combater o vírus que tem ceifado muitas vidas. Segundo o diplomata, Angola tem o caminho aberto para compras de vacinas de forma ilimitada e reafirmou a intenção do Governo russo apoiar Angola na produção de vacinas em África.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Coronavírus