Sociedade

Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos galardoado com Prémio Irisa

O Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos foi galardoado pela sociedade civil com o Prémio Irisa, a mais alta distinção institucional da Associação Iris, em reconhecimento das contribuições para a promoção, defesa e protecção dos direitos civis das minorias sexuais em Angola.

02/07/2022  Última atualização 00H46
© Fotografia por: DR | Arquivo

Segundo um comunicado de imprensa do departamento ministerial, a ÍRIS Angola é uma Organização Não Governamental que trabalha pela promoção da cidadania e Direitos Humanos para a comunidade LGTBIQ+ em Angola e foi a primeira organização da sociedade civil angolana de defesa dos direitos das minorias sexuais e de género reconhecida legalmente pelo Estado angolano, em 2018.

Nos últimos anos e no marco da implementação da Estratégia Nacional dos Direitos Humanos denotam-se progressos na inclusão dos grupos vulneráveis, com o crescente número de legalização das organizações da sociedade civil de promoção, defesa e protecção dos Direitos Humanos das minorias sexuais e de género e uma maior participação na vida pública.

"Neste contexto, Angola integra a Iniciativa de Governação Inclusiva, em parceria com o PNUD, que reconhece que nenhum ser humano, independentemente da sua orientação sexual deve ser discriminado”, salienta o comunicado enviado hoje ao Jornal de Angola.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade