Sociedade

Ministério da Família realiza jornada pela defesa dos direitos da mulher

Edna Mussalo

Jornalista

A defesa e a valorização dos direitos da mulher são dos pontos fortes da Jornada da Mulher Rural, aberta, ontem, em Luanda, pela ministra da Acção Social, Família e Promoção da Mulher.

07/10/2022  Última atualização 06H25
Ana Paula do Sacramento Neto deseja uma governação de proximidade com as várias organizações parceiras do ministério © Fotografia por: Rafael Tati | Edições Novembro
Ana Paula do Sacramento Neto destacou, num encontro mantido com as líderes de várias organizações sociais, que o ponto alto da jornada, que este ano tem como  lema "Pelo Desenvolvimento Inclusivo e Sustentável”, é dia 13 deste mês, no município da Quissama.

Para a governante, é fundamental a criação de um espaço de dialogo permanente e aberto, para uma governação de proximidade, participava, inclusiva e transversal, de forma a implementar melhor as políticas públicas voltadas para a família, criança, idoso e a pessoa com necessidades especiais.

A ministra referiu ser necessário a ajuda e a contribuição de todos os parceiros sociais, para a união de sinergias na resolução dos problemas e satisfação das comunidades. "As ferramentas e instrumentos legais aprovados pelo Estado, para melhor actuação dos objectivos, são Leis como a contra a Violência Doméstica, Política Nacional do Género, Protecção à Criança e a Pessoa Idosa”, mencionou.

A divulgação, disseminação e a implementação destas leis, esclareceu, tem como meta a maior protecção social dos grupos em situação de vulnerabilidade e aproveitar o dividendo demográfico, com realce para o potencial da mulher e da juventude.

Entre as participantes há a destacar a presidente da Confederação da União dos Camponeses Angolanos (UNACA), Ricardina Machado, para quem o encontro foi satisfatório e serviu para conhecer o novo elenco do Masfamu e trocar ideias para um melhor trabalho.

A Jornada da Mulher Rural termina no dia 31 de Outubro e tem, entre os propósitos, enaltecer o papel da mulher rural no país. O 15 de Outubro, Dia da Mulher Rural, foi implementado pela Assembleia Geral das Nações Unidas, com o objectivo de destacar a importância da mulher na comunidade e o papel desta na actividade agrícola, no sustento da família e na gestão dos recursos naturais.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade