Sociedade

Minint ajuda a recolher lixo em bairros de Luanda

André da Costa

Jornalista

Mais de 3.500 efectivos da Polícia Nacional, Serviço Penitenciário e de Protecção Civil e Bombeiros participaram, desde sexta-feira até ontem, em campanhas de limpeza, em todos os municípios da Província de Luanda, com o objectivo de minimizar os amontoados de lixo.

22/03/2021  Última atualização 09H15
© Fotografia por: DR
Os efectivos, munidos com vassouras e carros de mão, foram divididos em grupos e sectores devidamente identificados, onde fizeram a recolha de lixo em bermas de estradas e, em alguns casos, no interior dos bairros.   
As Forças da Ordem e Segurança foram desdobradas em vários pontos de Luanda, como é o caso da zona do Âvo Cumbi, no Distrito Urbano do Golfe, onde dezenas de efectivos juntaram quantidades de lixo, que, com ajuda de um tractor e três camiões, foram transportadas para locais apropriados.

De acordo com o segundo comandante provincial de Luanda da Polícia Nacional, comissário Gersom Miguel, os efectivos trabalharam com eficácia e vontade, o que permitiu deixar os locais indicados mais limpos.
Explicou que os órgãos de Defesa e Segurança devem estar sempre preparados para cumprir qualquer tipo de missão superiormente orientada.    

Gersom Miguel afirmou que o balanço é positivo, uma vez que as Forças da Ordem e Segurança conseguiram atingir as expectativas em termos de recolha de lixo. "Isso não basta, uma vez que terminamos hoje o trabalho e daqui há dias teremos mais lixo amontoado”, disse, acrescentado ser importante que os contentores estejam em lugares apropriados e que a recolha seja feita com regularidade, para ter a cidade limpa.

Defendeu a necessidade de as administrações municipais, igrejas e outros parceiros mobilizem a população no sentido de participarem em campanhas de limpeza, em várias zonas de Luanda.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade