Mundo

Milhares protestam em Espanha contra mortes na fronteira

Milhares de pessoas protestaram hoje em várias cidades espanholas contra a morte de pelo menos 23 imigrantes na semana passada na fronteira entre o enclave espanhol de Melilla, em África, e Marrocos.

02/07/2022  Última atualização 00H18
Cidades espanholas contra a morte de imigrantes © Fotografia por: DR
O protesto decorreu em paralelo a crescentes pedidos de uma investigação independente e transfronteiriça ao sucedido. As manifestações realizaram-se sob o tema "Black Lives Matter”.

As mortes ocorreram em 24 de Junho durante repetidas tentativas de migrantes subsaarianos e requerentes de asilo de escalar a cerca de fronteira que separa os dois territórios.

Um protesto em homenagem às vítimas também estava previsto para a capital marroquina, Rabat. Em Madrid, manifestantes lotaram a praça Callao e seguraram cartazes que diziam "Fronteiras matam” e "Nenhum ser humano é ilegal” e em Barcelona, os participantes, incluindo muitos da diáspora africana, cantaram contra o racismo e o colonialismo.
Autoridades marroquinas disseram que os imigrantes morreram como resultado de uma debandada.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo