Regiões

Milhares de famílias no Bengo inseridas na campanha agrícola

O Instituto de Desenvolvimento Agrário enquadrou 29.145 famílias, que cultivaram uma área de 37.865 hectares de terra, no quadro da campanha do ano agrícola 2018/2019, que teve início em Outubro do ano passado, na província do Bengo.

03/03/2019  Última atualização 15H52
Arimateia Baptista | Edições Novembro © Fotografia por: Camponeses recebem apoio para aumentarem a produção

“Contamos com boas perspectivas, porque o número de famílias enquadradas aumentou na ordem dos 21 por cento em relação ao mesmo período do ano agrícola passado”, sublinhou o chefe de departamento provincial do Instituto de Desenvolvimento Agrário, Manuel Gomes.
Em declarações ao Jornal de Angola, Manuel Gomes acrescentou que a previsão é de enquadrar, durante a campanha agrícola de 2018/2019, que termina em Setembro, 38.998 famílias camponesas, perspectivando boa colheita, devido a regularidade das chuvas.
“Para a primeira época da campanha agrícola, além de alguns fertilizantes que já existiam na província, das épocas agrícolas passadas, também recebemos cerca de 20 toneladas de feijão, que distribuímos aos camponeses organizados em associações ou cooperativas”, referiu Manuel Gomes.
O Instituto de Desenvolvimento Agrário controla a nível da província 187 associações de camponeses e 117 cooperativas. “Não é possível assistir toda a população, devido o número reduzido de técnicos. Há municípios onde só temos um técnico, sendo impossível o mesmo fazer todo o trabalho de acompanhamento aos camponeses sozinho”, desabafou.
“Durante a primeira época o balanço foi positivo. Conseguimos colher 266.158 toneladas de produtos diversos, com maior destaque para tubérculos e raízes, nomeadamente a mandioca, banana e feijão vulgar, feijão macunde e legumes diversos”.
Segundo Manuel Gomes, o município do Dande tem um grande pólo de cultura de cereais, a cooperativa da Quissomeira, onde as colheitas não foram boas, devido a irregularidade das chuvas, situação que se pretende inverter na presente campanha agrícola.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões