Economia

Mercados rurais em Mucaba movimentam toneladas de produtos agrícolas

Vários mercados rurais, no município de Mucaba, oferecem aos munícipes e aos visitantes, uma variedade de produtos desde o campo ao industrializados e oportunidades de trocas comerciais entre regiões.

31/07/2020  Última atualização 16H27
DR


As esteiras são produtos procurados, sobretudo, por pessoas que organizam pequenos casebres ou jangos em alguns pontos turísticos das zonas urbanas, além de uso doméstico para dormitório.

Na Quinta-feira, outro mercado que agita a concorrência dos transeuntes é o mercado do Quimini. Este pertence ao território do Bungo, mas situado ao longo da estrada que liga a sede capital da província ao Mucaba, concretamente no começo da Cerra de Mucaba.
Naquele mercado oferece aos comerciantes o carvão vegetal como principal produto.
“Vendemos o saco de carvão vegetal entre 2000 a 2.500 Kwanzas dependendo da concorrência e da quantidade do produto na praça”, disse Catarina Pedro, da localidade de Mulamba, fabricante e vendedora dos produtos extraídos no interior da floresta que circunda os limites entre os municípios do Bungo e Mucaba.

Ainda no mercado das Quintas-feiras de todas as semanas, movimentam o comércio no município, os mercados da sede municipal de Mucaba e na aldeia Mussenga e Quimixone. Estes dois partilham um mercado geminado e no mesmo dia que proporcionam como principais produtos, a banana, abacate, bombó, feijão, jinguba, o jinzombe, a macaxiquila (folhas de feijão) e a mitekwa.
Na comunal do Wando-Mucaba, 42 quilómetros da sede municipal, as trocas comerciais acontecem a Sextas-feira. A carne de caça, o bombó, subproduto da mandioca, as frutas como tangerinas e limões são as principais cadeias de produtos mais comercializados naquela comunidade.

Kinguilas

Quem realiza negócios naqueles mercados, sobretudo aqueles que adquirem banana em grandes quantidades que têm como destino às províncias de Cuanza Norte e Malanje, madrugam as 4 horas para ficar nas chamadas kinguilas (locais de espera). Nas kinguilas, os produtos são prontamente ocupados pelos compradores antes que os mesmos cheguem aos mercados.
Por exemplo, Massanga António, compra banana em toneladas transportada através de carrinhas alugadas. Ela revela que a região de Mucaba tem forte potencial em produção da fruta da banana e uma região forte em comércio. Com experiência de quase seis anos a circular nos mercados daquela municipalidade, reconhece os benefícios que as trocas comerciais proporcionam.

Incentivo ao comércio

Recentemente, a Administração Municipal atendeu 20 vendedoras ambulantes do mercado municipal, com bens alimentares para reforçar os seus negócios, no âmbito do apoio às famílias mais vulneráveis e do fomento ao empreendedorismo feminino. Dos meios entregues, constaram sacos de açúcar, sabão, farinha de trigo e óleo alimentar.

Construção de mercados

Para melhorar o ambiente de negócios, a Administração Municipal está a construir um novo mercado na localidade do Quidila, no âmbito do Programa de Combate à Pobreza, a par de outros cinco mercados já construídos de raiz, nos anos anteriores, na sede Municipal e nas localidades de Caondo, Mussenga, Quimuxona e na Comuna do Wando, que geram grande fluxo de vendas e auxiliam no fomento da economia rural.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Economia