Cultura

Menongue acolhe recital de poesia

Lourenço Bule | Menongue

Jornalista

A Brigada Jovem de Literatura de Angola (BJLA) no Cuando Cubango, promoveu, no domingo, na cidade de Menongue, um recital de poesia na voz feminina que serviu para homenagear o primeiro Presidente de Angola, António Agostinho Neto.

13/09/2022  Última atualização 08H05
Poetisa Amélia Nundadando participou da actividade © Fotografia por: Lourenço Bule | edições novembro | menongue

O recital foi realizado no âmbito das celebrações do centenário que se assinala dia 17 de Setembro, e decorreu no anfiteatro do Instituto Superior Politécnico Privado de Menongue (ISPPM), contou com a participação de 14 poetisas que, além de declamarem os poemas de Agostinho Neto, abrilhantaram com várias obras literárias de sua autoria.

O delegado da Brigada Jovem de Literatura de Angola (BJLA) do Cuando Cubango, José António Kulanda, em declarações ao Jornal de Angola, disse que o evento teve como objectivo incentivar a literatura feminina com a inspiração das obras do poeta maior Agostinho Neto.

José António Kulanda "Poeta Kulanda Kutima” disse que actividades do género são contínuas, para despertar o gosto pela leitura no seio dos jovens, para conhecerem o legado de Agostinho Neto, tendo em conta que as suas obras são actuais. 

"As obras literárias de Agostinho Neto até à presente data têm servido de inspiração para muitos escritores, poetas e poetisas, nesta senda é necessário que o seu legado seja bem passado às gerações vindouras”, disse.

Disse, que para além do recital de poesia de Agostinho Neto, a BJLA vai promover conferências sobre vida e obra de Manguxi, bem como, lançamento da colectânea de poesia denominada "Geração que lê”, em todos os municípios da província do Cuando Cubango, para que todos os munícipes tenham gosto pela literatura. 

Salientou, que falar da vida e obra de António Agostinho Neto é muito complexo, tendo em conta a dimensão histórica e a qualidade das suas obras que carregam uma visão futurista sobre variados assuntos políticos, sociais, culturais, económicos, entre outros.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura