Mundo

Membros de suposto grupo terrorista foram detidos na África do Sul

A Polícia sul-africana deteve, segunda-feira, três membros do Movimento Nacional de Resistência Cristã, por presumível conspiração terrorista, noticiou, ontem, a BBC.

04/12/2019  Última atualização 11H56
DR

O líder do grupo, Harry Knoesen, e outros dois foram capturados munidos de armas de fogo, munições e explosivos. Os três suspeitos enfrentam,
na Justiça, acusações
de terrorismo. A unidade policial especializada “Hawks” disse ter recebido informações ,segundo as quais o movimento de direita previa desestabilizar a África do Sul, mediante
a instalação de bombas e assumindo o controlo de bases militares e esquadras de Polícia. A Polícia investiga o grupo há vários anos, desde que descobriu que Harry Knoesen e estavam prestes a lançar uma série de ataques a edifícios do Governo, centros comerciais e bairros informais de maioria negra. Num vídeo divulgado, em Abril, nas redes sociais, o líder do grupo, mais conhecido por “Cruzados”, incitava a uma guerra entre brancos e negros.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo