Política

Mbanza Kongo: UNITA realiza comício em Kaluka

Fernando Neto | Mbanza Kongo

Jornalista

O secretário provincial adjunto da UNITA no Zaire, António Calundula Bandua, encerra hoje, na comuna de Kaluka, a 93 quilômetros da cidade de Mbanza Kongo, uma das etapas da campanha eleitoral do seu partido, naquela circunscrição que consistiu na mobilização de eleitores porta a porta.

02/08/2022  Última atualização 07H32
UNITA realiza comício © Fotografia por: DR

Liderada por António Bandua, a campanha de mobilização, que incidiu nas localidades de Fuma, Tombe, Ave Maria, Kuluso, Fumage, Kimpango, Futo, Kaluka Bairro, Finda, Kilo e Sonza começou com uma marcha no sábado, que percorreu as principais ruas da capital da província.

"A primeira prioridade é o contacto com o cidadão”, afirmou o secretário adjunto da UNITA no Zaire. "Temos uma vasta brigada a fazer a mobilização porta a porta, sensibilizando o eleitorado para votar no número três”, acrescentou.

No final do dia, prosseguiu: "teremos o acto de massas em que vamos conversar e passar a mensagem da mudança ao povo desta aldeia”.

Na interacção com o eleitorado, segundo António Bandua, está a ser transmitida a mensagem da mudança de paradigma político, para que os angolanos possam ver os problemas das estradas, abastecimento de água potável e fornecimento de energia eléctrica resolvidos.

"Como podem ver, estamos aqui desde sábado e fomos bem acolhidos. Caso a UNITA vença as eleições, vamos atacar o principal problema que tem a ver com as vias de comunicação”, prometeu.

Aos problemas que a UNITA promete resolver, António Bandua acrescentou a falta de Água potável e Energia eléctrica, Saúde e Educação: "São os principais eixos que têm de ser atacados, logo que tomarmos conta do poder”.

Para o dirigente da UNITA, os recursos do país permitem, de forma paulatina, solucionar os problemas: "Estamos há 20 anos de paz e não se justifica uma comuna, como esta, não ter hospital em condições, nem uma maternidade em funcionamento”. 

Paulino Domingos, de 34 anos, afirmou que os habitantes de Kaluka estão a receber com satisfação a mensagem do programa de governação do seu partido.

Sofia Kialunga, de 37 anos, também militante da UNITA, afirmou que as actividades do partido na comuna decorrem conforme planeado e que o partido espera ganhar a confiança do povo de Kaluka para vencer as eleições.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política