Sociedade

Mbanza Kongo acolhe Assembleia de Liturgia

Fernando Neto | Mbanza Kongo

Jornalista

A cidade de Mbanza Kongo, província do Zaire, acolhe hoje, a XIII Assembleia Nacional de Liturgia da Igreja Católica, com a participação dos bispos de todas as dioceses da Conferência Episcopal de Angola e São Tomé (CEAST), avançou, ontem, à imprensa, o chanceler da Cúria diocesana local, padre André Vela Ngaba.

20/05/2022  Última atualização 10H25
© Fotografia por: DR

A apresentação da situação da Igreja Católica e aspectos ligados à Mbanza Kongo, enquanto Património Cultural da Humanidade, são alguns dos assuntos a discutir na XIII Assembleia Nacional de Liturgia daquela denominação religiosa, que se inicia, hoje, disse, ontem, à imprensa, o chanceler da Cúria diocesana local.

O padre André Ngaba anunciou que participam na assembleia, com duração de três dias, os bispos de todas as dioceses da Conferência Episcopal de Angola e São Tomé (CEAST), padres, madres e leigos.

"Em princípio, é um evento que estamos a preparar no sentido de que não esteja confinado apenas à Igreja. Envolve, também, a sociedade”, referiu.

 Berço da Igreja

O sacerdote justificou a escolha da província do Zaire para acolher o evento por ser o "berço da Igreja Católica em Angola e onde foram realizados os primeiros baptismos a nível da África Subsaariana”.

Ao longo dos três dias, disse, estão também agendadas visitas a vários monumentos e sítios da cidade de Mbanza Kongo, considerada Património Cultural da Humanidade, para os delegados saberem mais sobre a história da região, em particular o Kulumbimbi (ruínas da primeira Igreja Católica construída a Sul do Sahara), Yala Nkwo (árvore secular) e o Museu dos Reis do Kongo.

A XIII Assembleia Nacional de Liturgia da Igreja Católica encerra no domingo com a celebração de uma missa a ser dirigida pelo secretário-geral da CEAST, D. Maurício Camuto, também bispo de Caxito.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade