Política

MAT anuncia abertura de mais postos do BUAP

João Upale | Moçâmedes

Jornalista

O país vai contar com mais de 500 Balcões Únicos de Atendimento ao Público (BUAP), até Novembro deste ano, para permitir o alargamento dos serviços de registo eleitoral oficioso em todas as províncias, municípios e distritos urbanos.

13/10/2021  Última atualização 10H29
© Fotografia por: DR
O anúncio foi feito esta terça-feira em Moçâmedes, Namibe, pelo ministro da Administração do Território (MAT), Marcy Lopes.

O  ministro deslocou-se ao Namibe, no âmbito do programa de visitas de trabalho às demais províncias, com o objectivo de fiscalizar e orientar o modo de  funcionamento dos BUAP, bem como verificar eventuais constrangimentos e, com isso,  ultrapassar as dificuldades encontradas a nível local.

Segundo Marcy Lopes, de-pois do arranque da primeira fase, no dia 23 de Setembro, o MAT está a preparar o lançamento da segunda etapa, que contempla a abertura de mais 256 balcões ainda este mês, sendo os restantes previstos para o mês de Novembro, uma vez que o processo obedece a três fases. "Deste modo, conseguiremos dar resposta à procura, pelos cidadãos, dos serviços de  actualização do registo eleitoral", garantiu.

O ministro esclareceu, também, que a actualização de dados visa garantir que o Estado saiba onde o cidadão se encontra neste momento, para posteriormente poder exercer o direito de voto sem sobressaltos. Para quem não mudou de residência, disse, não precisa se deslocar ao BUAP, porque o seu registo mantém-se actual.
Serviços futuros
O titular do MAT anunciou, igualmente, estar prevista a disponibilização de um aplicativo de Internet e um número telefónico, onde o cidadão, com idade eleitoral, poderá enviar mensagens ou colocar a sua localização e o local do registo, tornando o processo mais célere e menos burocrático.  "Os novos eleitores e aquelas pessoas que mudaram de residência são os que devem fazer, nesta fase, a actualização do registo eleitoral", referiu.

Marcy Lopes deixou claro que o cartão do munícipe não serve para eleger. Esclareceu que as pessoas devem se fazer acompanhar do Bilhete de Identidade ou do cartão de eleitor no dia da votação.No Namibe, o ministro deslocou-se ao município da Bibala, a 160 quilómetros a Norte de Moçâmedes, onde constatou o funcionamento dos serviços do BUAP. O mesmo propósito levou-o à centralidade da Praia Amélia e ao BUAP instalado no município sede.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política