Política

Marcos Nhunga busca eleitorado no Alto Maiombe com campanha porta-a-porta

O primeiro secretário do MPLA em Cabinda desenvolve desde 12 de Abril uma intensa actividade política no interior da província, com o objectivo de mobilizar a população, visando as eleições gerais de Agosto próximo.

17/05/2022  Última atualização 07H10
Primeiro secretário do MPLA em Cabinda em campanha © Fotografia por: anónio soares | edições novembro

Marcos Nhunga lidera uma equipa de dirigentes e militantes do Comité Provincial do partido e vai permanecer nove dias no interior, sendo três em cada município (Cacongo, Buco-Zau e Belize), com o mesmo propósito de convencer o eleitorado das zonas mais recônditas da região, sustentando-se com as várias realizações que o Governo local tem implementado para melhorar as condições de vida das populações.

O périplo do dirigente partidário iniciou no município mais a Norte do país (Belize) e, tão logo chegou, começou com a campanha "porta-a-porta” nas aldeias de Caio Guembo, Bulo, Quissoqui, Zala de Cima e de Baixo, com o objectivo de, não só mobilizar o eleitorado, mas também perceber as principais dificuldades sociais e cativar os mais jovens para as fileiras do MPLA.

Para justificar os argumentos de mobilização, Marcos Nhunga destacou os sectores da Saúde, Educação, Energia, Água, Habitação, Transportes, Formação Profissional dos jovens, fomento de emprego, Agro-pecuária e Transportes Marítimos, considerando-as principais áreas investidas pelo Governo e têm merecido mais atenção das autoridades.

O político deu como destaque o Hospital Geral de Cabinda e o Terminal Marítimo de Passageiros, recentemente inaugurados pelo Presidente João Lourenço, como duas grandes infra-estruturas que vão proporcionar à população uma assistência médica de qualidade e deixarão de colocar as vidas em risco ao viajar em segurança.


Pedro Suculate | Belize

 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política