Desporto

Maquis ambiciona regressar às vitórias frente aos militares

O 1º de Agosto tem uma difícil deslocação ao Estádio Mundunduleno, onde defronta hoje, às 15h00, o FC Bravos do Maquis, no desafio de maior atracção na abertura da 23ª jornada do Campeonato Nacional de Futebol da I Divisão, Girabola'2020/21, numa tarde que inclui ainda os não menos interessantes Petro de Luanda- Progresso Sambizanga e Académica do Lobito-Recreativo da Caála.

05/06/2021  Última atualização 10H35
Atacante Mabulu vai ter duelos interessantes com os defensores da equipa maquisarde © Fotografia por: João Gomes | Edições Novembro
No destaque desta tarde, o 1º de Agosto entra para um  terreno muito difícil, com a missão de manter a liderança do Campeonato, uma tarefa hercúlea, já que terá pela frente um opositor capaz de criar dificuldades até aos mais temíveis adversários. Aliás, depois da derrota caseira da jornada anterior, frente a um dos candidatos, Zeca Amaral e pupilos querem, certamente, corrigir o que esteve mal para não voltar a perder pontos e ficar mais distante dos lugares cimeiros da tabela de classificação.Depois dos últimos resultados menos conseguidos, empates com Petro de Luanda e Académica do Lobito, ambos a uma bola, e a derrota frente aos diamantíferos (0-1), a equipa do Luena pretende inverter o rumo dos acontecimentos.

Paulo Duarte está avisado das  dificuldades a encontrar. A qualidade técnica dos jogadores do Bravos do Maquis e o "jejum” de três jogos consecutivos sem vencer aumentarão o grau de dificuldades dos militares, segundo o técnico português. O treinador e seus pupilos têm consciência dos obstáculos que  os maquisardes vão colocar, mas reina a crença nas hostes dos militares, que pretendem "dar o troco”, já que na primeira volta foram derrotados em pleno Estádio Nacional 11 de Novembro. Mas, atenção Zeca Amaral e pupilos querem repetir a dose.Com estes condimentos, antevê-se uma partida pautada pelo equilíbrio, onde cada treinador vai procurar jogar tirando partido dos erros do opositor. É um duelo de desfecho imprevisível.
O Petro de Luanda, por seu turno, recebe no Estádio Nacional 11 de Novembro o Progresso Sambizanga, num derby luandense onde os tricolores são amplamente favoritos, cabendo aos sambilas lutar para contrariar os prognósticos.A formação do Eixo Viário está moralizada com a sequência de jogos vitoriosos, e pretende manter a senda triunfante, para manter-se no encalço do líder, a curta distância de dois pontos. Os sambilas, que acumulam derrotas nos três últimos desafios, ambicionam regressar aos triunfos, empreitada com elevado grau de dificuldade, pois enfrenta um adversário que persegue há mais de uma década o título do Girabola, e não pensa noutro resultado que não seja o triunfo.

Mas, "cautelas e caldos de galinha não fazem mal a ninguém", diz a máxima, pelo que Mateus Agostinho "Bodunha" e pupilos devem encarar o jogo com seriedade, sem sobranceria, para evitar surpresas desagradáveis. Apesar do favoritismo tricolor, os sambilas vão certamente dar luta para, no mínimo evitar novo desaire, o que pode proporcionar alguma qualidade ao desafio     
  A Académica do Lobito recebe o Recreativo da Caála, três dias depois de se terem defrontado para a Taça de Angola, com triunfo dos caalenses. É um jogo com cariz de ajuste de contas,  com os estudantes a procurarem tirar partido do factor casa para somar os três pontos. Mas, a Caála está moralizada, a fazer um excelente campeonato e almeja manter a toada, pelo que se antevê equilíbrio na partida, já que Águas da Silva e pupilos não querem somar a terceira derrota consecutiva em duas semanas.Na sequência da  disputa da jornada, amanhã, o Desportivo da Huíla defronta a Baixa de Cassanje, o Cuando Cubango regressa à competição recebendo o Santa Rita, e o Ferrovia mede forças com o Interclube. Os jogos Sagrada Esperança-Recreativo do Libolo e Sporting de Cabinda-Wiliete de Benguela foram adiados.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Desporto