Cultura

Mamã África “invade” palco do Show do Mês

Analtino Santos

Jornalista

A última edição do Show do Mês Live realizada sábado, no Complexo Hoteleiro da Endiama (CHE), em Luanda, proporcionou uma viagem pelo continente africano com a realização do “Mamã África-Sons e Tons”, no qual Lito Grça, Diana Kabango, Racine Nsunda, Gloria Lubanza, Branca Celeste e Letus interpretaram sucessos africanos.

29/06/2021  Última atualização 07H45
Racine Nsunda e Gloria Lubanza emprestaram as suas vozes na última edição do Show do Mês © Fotografia por: DR
Neste novo conceito temático proposto pela Nova Energia, as mais de duas horas de música foram intercaladas com as intervenções do painel com Raúl Duarte (técnico de basquetebol), Nadir Taty (estilista) e Venâncio (músico moçambicano) que partilharam com Salú Gonçalves as suas experiências africanas nas respectivas áreas de actuação.
Lito Graça cantando "Kulumuelele”, do gabonês Pierre Akandengue, abriu a viagem pelos tons e sons do continente africano. Na sequência, os sons do vizinho Congo foram moldados nas vozes de Diana Kabango, Racine Nsunda, Gloria Lubanza e TeddyNsingui. Coube a Branca Celeste recordar "África” de Lourdes Van-Dúnen e a vibração positiva de um rasta ficou a cargo de Letus em "Ive Gotyou Babe”. Esta foi o alinhamento do primeiro bloco antes da participação do painel.

O concerto teve uma forte presença da rumba congolesa, soukouss e outras sonoridades da música feita na RDC. Os cantores Racine Nsunda e Gloria Lubanza foram as duas surpresas e mostraram que estavam familiarizados com temas como "Mouzi”, "Maria Valencia”, "Moibi”, "Rokiato” e outros temas  conhecidos de Francó e TP Ok Jazz, Papa Wemba, Loketo. TeddyNsingui em alguns temas vez a segunda voz e como tem sido habitual dedilhou e solou temas que marcam o seu percurso artístico.

Diana Cabango esteve presente na RDC em "YambaNgai” e "Femme Commerçant”, respectivamente de Mbilla Bell e Pongo Love e na África ocidental em "Chogologo”, na Costa do Marfim e em "7-Seconds” no Senegal um dueto com Letus recordando o hit de Youssour Ndour e Neneh Cherry. Branca Celeste a outra voz feminina também teve a companhia de Letus no outro dueto panafricano, "Yamori” sucesso de Cesária Évora e Salif Keita. A pequena cantora deu o seu timbre em "Dissan Na Mbera” e da gigante e estrela mundial, Anjelique Kidjo pegou "Agolo”.

O jovem Letus fez um bom trabalho de casa no reggae de Lucky Dube levando a atitude em palco do sul-africano e em "Nkwo” recriando os passos de dança de Matadidi Mário Bwana Kitoko "Showman Number One”, artista influenciado por James Brown. Lito Graça mostrou a versatilidade artística sendo um reggaemanem "Brigadier Safari de Alpha Blondy, voltou a reviver Pierre Akandengue em "Awana África” e nos Camarões esteve em dois momentos primeiro com "Soul Makossa” de Manu Dibango e depois da hilariante "Zangalewa”.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura