Sociedade

Malnutrição provoca 70 mortes

Carlos Paulino | Menongue

Jornalista

Setenta crianças, dos seis meses aos cinco anos de idade, morreram por malnutrição aguda, no primeiro semestre deste ano, na província do Cuando Cubango, informou, ontem, ao Jornal de Angola o chefe do Programa Provincial de Combate Contra a Malnutrição, Inácio Cativa.

14/07/2021  Última atualização 08H00
Número de casos da doença subiu alarmantemente © Fotografia por: DR
Segundo o responsável, a escassez de alimentos, provocada pela estiagem, inundações e a praga de gafanhotos, que assolou algumas regiões da província, contribuíram para o elevado número de mortes.

 Durante o referido período, disse, nove mil e 12 crianças foram atendidas em diversas unidades sanitárias da província com esta doença, das quais três mil e 739 foram curadas e 545 abandonaram o tratamento.

 Em 2020, revelou Inácio Cativa, foram notificados oito mil e 792 casos de malnutrição aguda, dos quais 177 resultaram em óbitos, 884 tratados, 149 pacientes desistiram do tratamento e 151 ficaram sem resposta.
Em 2019, acrescentou, foram hospitalizadas 512 crianças, das quais 72 acabaram por perder a vida, 395 foram curadas, 35 abandonaram o tratamento e 24 ficaram sem resposta.

 Os municípios mais afectados, de acordo com Inácio Cativa, são Menongue, Calai, Cuangar, Cuchi, Dirico, Ma-vinga e Rivungo, onde os índices de produção agrícola estão em decadência há três anos, devido aos fenómenos naturais, com realce para a seca, inundações e praga de gafanhotos.

"As consequências da seca e da praga de gafanhotos, essencialmente, estão a provocar um aumento significativo de casos de malnutrição, sobretudo a menores com menos de cinco anos”, disse Inácio Cativa, apontando o desmame precoce, doenças mal tratadas e a má alimentação, como as principais causas da doença na província.

 "As autoridades sanitárias na província estão a realizar formações para os técnicos de saúde para fazerem face ao quadro alarmante, assim como estão a sensibilizar as famílias para alimentarem os filhos menores com uma dieta baseada em verduras, sopas e papa de fuba de milho ou de soja”, infomou.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade