Cultura

Malabarismo: Animart do Cazenga acolhe espectáculo

A Aliança Francesa apresenta, hoje, a partir das 15h30, no Centro de Animação Artística do Cazenga (Animart), o espectáculo de malabarismo “Revêrie”, e na quinta-feira e sábado, no Instituto Guimarães Rosa (ex-Centro Cultural Brasil-Angola) e na Aldeia de crianças SOS Angola, no Lubango, no bairro da Mapunda, Machadinhos, respectivamente.

22/11/2022  Última atualização 08H42
Malabarista Thomas Guérineau exibe-se, hoje, em Luanda © Fotografia por: DR

Thomas Guérineau criou, em Outubro de 2019, um espectáculo para públicos muito jovens a partir do material artístico, trabalhado em residência para a criação "Revêrie” (criação de Novembro de 2020).

Fechadas em torno de uma mesa usada como instrumento de percussão, as bolas ritmicamente, batendo na madeira do tampo da mesa; dois corpos então se entrelaçam com movimentos regidos pelo ritmo e pelo movimento das bolas. Os sons saem das bocas como a confissão de uma densidade física muito forte. Acima rodopiam losangos, instrumentos giratórios que, como uma droga sónica, invadem os corpos, os entorpecem, essencialmente os fazem se mover. Uns poucos tubos, em plástico, insuspeitados, ligeiramente caídos sobre a mesa, entregam como se fossem eles próprios as suas melodias incessantemente envoltas por ritmos acelerados.

Este material é alimentado, como em todas as suas criações, pelos três elementos corpo-sons-objectos e malabarismos musicais. Num devaneio sonoro misturado com gestos e jogos de objectos, dois artistas - malabaristas, músicos e dançarinos - visitam a sensibilidade da primeira infância.

Eles se divertem com o som de bolas caindo e outros objectos misturando-os com vocalizações e dançando com os movimentos dos objectos. Seu trabalho está muito próximo da descoberta física e sonora do mundo pelas crianças.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura