Coronavírus

Mais seis óbitos, 131 infecções e 415 recuperados

Edivaldo Cristóvão

Jornalista

Angola registou, nas últimDe acordo com os dados apresentados ontem pela Direcção Nacional de Saúde Pública (DNSP), dos 415 pacientes recuperados, 306 são residentes em Luanda, 47 no Huambo, 33 na Huíla e 11 no Cuanza Sul. As províncias do Cuando Cubango e Zaire reportaram sete recuperações. Benguela reportou duas, Cabinda igual número e Malanje uma. as 24 horas, seis óbitos, 131 infecções e a recuperação de 415 pacientes.

16/06/2021  Última atualização 05H40
© Fotografia por: DR
Os pacientes recuperados têm idades compreendidas entre 1 e 86 anos.
Dos 131 novos casos positivos, 77 são residentes em Luanda,30 no Huambo, 11 na Huíla, cinco em Cabinda e três no Moxico.  As províncias de Benguela e Malanje reportaram dois casos, cada, e Uíge registou uma infecção.


Os  infectados têm idades compreendidas entre cinco meses e 96 anos, sendo 64 masculinos e 67 femininos.
Em relação às mortes, trata-se de seis cidadãos angolanos, dois masculinos e quatro femininos. Dois residiam na Huíla e igual número no Huambo. As províncias de Luanda e Malanje registaram um óbito cada.
 
A Direcção Nacional de Saúde Pública informou, ainda, que  nas últimas 24 horas foram processadas 2.060 amostras por exames de RT-PCR, elevando para um acumulativo de 618.306 amostras realizadas desde o início da pandemia, com uma taxa actual de positividade de 6por cento.


As autoridades sanitárias testaram, ontem, 334 cidadãos, nos pontos de entrada e saída da província de Luanda, na base de testes rápidos serológicos.

Com estes dados, o quadro epidemiológico da pandemia no país subiu para um acumulativo de 36.921 casos positivos, dos quais, 30.775 pacientes recuperados, 842 vítimas mortais e 5.304 activos.  
Do total de casos activos, refere o documento, 13 estão em estado crítico, 38 graves, 34moderados, 34 leves e 5.185assintomáticos. 


Estão em internamento nas unidades sanitárias do país 119 pacientes e 128 pessoas estão em quarentena institucional.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Coronavírus