Sociedade

Mais de três mil jovens formados no Moxico

Kapalo Manuel | Luena

Cerca de três mil jovens dos municípios do Moxico, Alto Zambeze, Luau e Cameia terminaram, com êxito, a formação técnico-profissional em diferentes áreas, avançou, na cidade do Luena, o chefe dos Serviços Provinciais do Instituto Nacional de Emprego e Formação Profissional (INEFOP).

29/11/2022  Última atualização 10H27
Mais de três mil jovens formados no Moxico © Fotografia por: DR

Cahilo Mupila, que falava no acto de encerramento de mais um ciclo formativo deste ano, referiu que os jovens foram formados em Electricidade, Culinária, Canalização, Carpintaria, Ladrilho, Alfataria, Agricultura, Manicure, entre outros.

O responsável considerou que a formação vai proporcionar um apoio profissional aos jovens, para a implementação do empreendedorismo em pequenos negócios através dos cursos e estágios profissionais em diversas áreas e garantir novos postos de trabalho.

Cahilo Mupila afirmou que, no cumprimento do Plano de Acção e Promoção à Empregabilidade (PAPE), 1.184 jovens que exercem actividades técnico-profissionais beneficiaram de kits de trabalho no ano de 2022.

A chefe do Departamento de Formação, Emprego e Fomento Empresarial do Gabinete Provincial de Desenvolvimento Económico, Mize Dias, afirmou que a sexta fase do PAPE está a ajudar na promoção do auto-emprego e diversificação da economia, um processo tutelado pelo Ministério da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social (MAPTSS), no âmbito do fomento do auto-emprego, estágios profissionais e inserção de jovens no mercado de trabalho.

De forma estratégica, explicou que o PAPE está alinhado às iniciativas do Ministério da Economia e Planeamento, particularmente, do Programa de Apoio à Produção, Diversificação das Exportações e Substituição das Importações (PRODESI), com vista a absorção da mão-de-obra, no âmbito do Programa de Reconversão da Economia Informal (PREI), inseridos na Estratégia Nacional de Redução dos Níveis de Informalidade.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade