Sociedade

Mais de mil pessoas desnutridas na Humpata

Arão Martins | Lubango

Jornalista

Um total de 1.485 pessoas foi diagnosticada com má nutrição, durante o segundo trimestre deste ano, no município da Humpata, província da Huíla, informou sexta-feira o director local da Saúde.

18/07/2021  Última atualização 08H00
Casos de má nutrição afectam, em grande escala, as crianças © Fotografia por: DR
Alberto Luís Bembe referiu que os dados representam um aumento de 1.023 casos, se comparados aos 462 registados em igual período anterior.
Apesar de em todas as localidades se detectarem registos da doença, por causa da fome, uma das consequência da seca prolongada, disse que Bata-Bata, Caholo e Palanca são as que têm o maior número de casos de má nutrição, principalmente em crianças.

Para constatar a situação, o secretário de Estado para Saúde Pública, Franco Mufinda, deslocou-se, quinta-feira, à Humpata, onde garantiu que as crianças desnutridas já estão a beneficiar de assistência adequada.

"Estamos a desparasitar as crianças em condições de má nutrição e prevenir a cegueira, com a administração da vitamina A”, disse o secretário de Estado, que entregou suplementos nutricionais e medicamento diverso.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade