Política

Mais de 60 mil cidadãos já registados no Cuanza-Sul

Víctor Pedro|Sumbe

Um total de 60 mil 470 cidadãos com capacidade eleitoral, na província do Cuanza-Sul, já actualizou os dados de registos nos Balcões Únicos de Atendimento ao Público (BUAP) de Setembro a Dezembro de 2021, no quadro do processo do registo oficioso que decorre no país, anunciou quarta-feira o chefe do Departamento do Registo Eleitoral Oficioso e Recenseamento Militar.

14/01/2022  Última atualização 08H35
© Fotografia por: Edições Novembro
Hélder Silva Graça ressaltou que durante esse período foram mobilizados 108 operadores para a cobertura dos 24 postos comunais criados na província, adiantando que no Cuanza-Sul são registados, diariamente, mais de mil cidadãos, e prevê abrir nos próximos tempos mais pontos móveis para atingir as zonas de difícil acesso.

Referiu que isso também visa aproximar os serviços aos cidadãos que atravessam dificuldades de locomoção para se dirigirem aos postos de registo. Apelou às populações e à juventude, em particular, com idade eleitoral, para actualizarem os dados.

Explicou que todos os cidadãos que não mudaram de residência já têm garantias de votar nas eleições gerais do corrente ano, ao contrário daqueles que trocaram de residência. "Muitos mudaram de residência, mas não pensam em actualizar o registo e a estes aconselhamos a se registarem para que a localização seja actualizada”, disse.

Quanto às dificuldades registadas desde o início do processo, apontou o reduzido número de operadores, avarias dos equipamentos electrónicos como tablets, impressoras e o mau estado das vias de acesso aos postos de registo nas comunas. Reconheceu que, apesar destes constrangimentos, o processo decorre a bom ritmo.


Desafios

Hélder Silva Graça referiu que o Cuanza-Sul prevê até ao final actualizar 342 mil 497 cidadãos, num processo que conta com 143 fiscais representando os partidos e coligação de partidos políticos com assento parlamentar (MPLA, UNITA, FNLA, PRS e CASA-CE).

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política