Sociedade

Mais de 6 milhões de pessoas sem a segunda dose

Edivaldo Cristóvão

Jornalista

O secretário de Estado para Saúde Pública, Franco Mufinda, lamentou, segunda-feira (6), em Luanda, a redução de adesão das pessoas aos postos de vacinação contra a Covid-19, lembrando que mais de seis milhões de cidadãos devem apanhar a segunda dose da vacina.

07/12/2021  Última atualização 08H05
© Fotografia por: DR
"Verificamos uma ligeira redução da adesão das pessoas aos postos de vacinação, nas últimas semanas, com uma perda de 100 doses. Por isso, apelamos aos cidadãos a completarem a segunda dose”, exortou Franco Mufinda, informando que estão em falta seis milhões e 774 mil 212 pessoas.

 Franco Mufinda, que falava durante a actualização dos dados da pandemia no país, informou que, nas últimas 24 horas, foram registados 21 casos positivos da Covid-19, nenhum óbito e a recuperação de 18 pacientes.

De acordo com os dados, dos 21 casos positivos, 11 são residentes em Luanda e cinco em Cabinda. As províncias do Zaire e da Huíla reportaram duas infecções e uma no Uíge.

Os pacientes infectados têm idades compreendidas entre 9 e 70 anos, sendo 15 do sexo masculino e seis do feminino.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade