Regiões

Mais de 40 mil cidadãos alfabetizados no Bengo

Alfredo Ferreira / Caxito

Jornalista

Quarenta e três mil e 800 cidadãos aprenderam a ler e a escrever, nos últimos cinco anos, na província do Bengo, no âmbito do Programa de Alfabetização e Aceleração Escolar.

12/09/2022  Última atualização 07H22
© Fotografia por: DR

Os dados foram tornados públicos, ontem, em Caxito, pela coordenadora provincial do Programa de Alfabetização e Aceleração Escolar, Ilda Simão, acrescentando que as aulas, nos seis municípios da província, foram ministradas por 338 alfabetizadores, em mais de mil turmas.

"No ano lectivo  passado, três mil alunos concluíram os módulos I, II, III e 200, no  1º Ciclo de Educação de Jovens e Adultos, destinado a pessoas com idade igual ou superior a 15 anos”, disse Ilda Simão, acrescentando que, para o presente ano lectivo 2022/2023, estão matriculados, na província, 3.500 cidadãos, contra os 5.385 do ano 2021/2022.

Ilda Simão adiantou ainda que, no âmbito do Programa de Alfabetização e Aceleração Escolar, o subsistema de Educação de Jovens e Adultos  vai contar com 257 professores voluntários. Explicou que a redução de turmas ou do número de alunos matriculados deve-se à desistência de 338 alfabetizadores, que trabalharam no ano passado, por falta de pagamento dos subsídios, correspondentes ao período de 2017 a 2019.

"Para colmatar o défice de alfabetizadores, optamos por trabalhar com os professores do ensino geral, mas apenas para o segundo módulo, que comporta o I ciclo do ensino de adultos, e que corresponde à frequência da 7ª, 8ª e 9ª classes, em dois anos de formação”, concluiu Ilda Simão.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões