Política

Mais de 220 associações recebem apoio do Governo

António Canepa

Ao todo, 225 cooperativas e associações de ex-militares de 16 províncias do país beneficiaram, desde 2017, de apoio do Executivo, no quadro do Programa Integrado de Desenvolvimento Local e Combate à Pobreza, informou, ontem, em Luanda, a ministra da Acção Social, Família e Promoção da Mulher.

27/09/2021  Última atualização 10H02
© Fotografia por: DR
Faustina Alves, que falava no município de Cacuaco, durante um encontro que serviu para avaliar as actividades do Instituto de Reintegração Social de Ex-Militares (IRSEM) no período em referência, afirmou que o objectivo do Executivo é devolver dignidade e protecção aos ex-militares e respectivas famílias.

"Depois de um árduo trabalho realizado no período de 2018 a 2021, com incidência na acção de reintegração, pensamos que fizemos um bom trabalho que nos permite afirmar que todo o esforço feito até aqui em prol da melhoria das condições dos ex-militares resultou em êxito”, declarou.

A ministra enfatizou que, até ao ano de 2017, quando se determinou a reintegração dos cerca de 80 mil, já haviam sido reintegrados, pelo Executivo angolano, 160.474 ex-militares, nos vários programas produtivos, principalmente nos sectores da agricultura e na concessão de mototáxis.

Para este propósito, esclareceu, o Executivo disponibilizou meios materiais, entre os quais 604 tractores, com respectivas alfaias, para o reforço da inclusão de ex-militares associados em cooperativas agrícolas, dos quais 270 já foram distribuídos.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política