Sociedade

Mais de 200 embarcações foram apreendidas no país

André da Costa|

Jornalista

A Polícia Fiscal Aduaneira apreendeu, desde o dia 12 de Junho do ano passado, 230 embarcações de médio porte, por pesca ilegal e violação das normas marítimas no país.

13/06/2024  Última atualização 12H08
© Fotografia por: Cedida

O dado foi avançado, quarta-feira, em Luanda, pelo comandante nacional da Polícia Fiscal Aduaneira, comissário Manuel Chima, durante o acto que assinalou os 28 anos de existência daquele órgão afecto ao Comando Geral da Polícia Nacional.

Manuel Chima explicou que as embarcações foram apreendidas pelos agentes em alto mar, em várias províncias do país, muitas das quais por pescar junto à plataforma petrolífera, o que constitui infracção às normas marítimas em vigor no país.

Durante esse período, disse, a Polícia registou 1.814 infracções diversas, das quais 355 por contrabando de mercadorias não declaradas, 271 por contrabando de importação de mercadorias, 207 por contrabando de exportação de mercadorias, 30 por exportação ilícita de capitais, 108 por contrabando, 251 por violação das normas estatutárias, 198 por contrabando qualificado.

O aniversário da Polícia Fiscal Aduaneira coincidiu com o encerramento do segundo curso de chefes de postos fiscais aduaneiros, que teve a participação de 459 efectivos das unidades fiscais centrais e provinciais, alguns dos quais colocados em zonas fronteiriças de difícil acesso.

Os efectivos que encerraram o curso foram orientados a aplicarem na prática todos os conhecimentos adquiridos, uma vez que a necessidade de aperfeiçoamento dos conhecimentos técnicos fiscais e aduaneiros constitui grande preocupação desse órgão.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade