Cultura

Mais de 20 obras retratam o lado artístico de Benguela

Arão Martins / Benguela

Jornalista

Um total de 24 obras de 12 artistas plásticos, que retratam a diversidade cultural e as coisas da terra, está em exposição, desde sexta-feira, no Museu Nacional de Arqueologia, na cidade de Benguela.

09/06/2024  Última atualização 09H57
Quadros retratam a diversidade cultural, as tradições locais e chamam atenção para a preservação do património © Fotografia por: Fernando Oliveira | Edições Novembro

De iniciativa da Fundação Arte e Cultura, em colaboração com a TAAG- Linhas Aéreas de Angola e a União Nacional dos Artistas Plásticos (UNAP), a mostra, enquadrada no projecto "Exposição Pop Up Galeria Tamar Golan – Angola nas Telas da Solidariedade”, que decorre até 7 de Julho, conta com a participação de seis artistas de Benguela e igual número de Luanda.

Da província de Benguela participam os artistas Abias Ukuma, Álvaro Sampaio, Carla Peairo, Dyra Santos, José Bento e José Delgas Gomes "Jó Delgas”, enquanto de Luanda estão Azevedo Muhanguena, Adilson Vieira, Gilberto Kapitango, Jaime Alfredo "Semaja Ar”, Isabel Landama e Zeca Lukombo.

O secretário-geral da UNAP, Fernandes de Carvalho, explicou que cada artista, com as suas técnicas únicas e diferentes abordagens estéticas, preenche a lacuna entre a inovação e as raízes tradicionais, criando obras que ressoam tanto nos aspectos da profundidade histórica, quanto à relevância do que é contemporâneo. Reforçou que juntos esses artistas exemplificam o rico tecido da arte contemporânea angolana. "As suas obras são, de facto, um testemunho do poder da expressão artística para unir diferentes eras e culturas, criando um diálogo que é tanto atemporal, quanto relevante”, destacou.

As obras oferecem uma exploração profunda da identidade, do património e da natureza sempre em evolução das artes, enalteceu. A exposição contempla obras com temas como "Regra de Ouro”, "Passeio”, "Ao Som do Tam-Tam”, "Ocisungo Cakãe”, "Folclore”, "Alegria Contagiante”, "Elegância”, "Sistema”, "Gerações”, "Fraternidade” e "Tatitango Utante”.

Estão, também, patentes obras com os títulos "Don’t kill my dreams” (Não mata os meus sonhos)”, "Havemos de voltar”, "Masai”, "Mulher mumuíla”, "Soberania”, "Rosto e caminhadas do dia”, "Firmeza”, "Monumentos e Sítios de Ombaka” e "Raízes”.

O secretário-geral da UNAP, Fernandes de Carvalho, ressaltou que a Fundação Arte e Cultura, por intermédio da Galeria Pop Up Tamar Golan, a TAAG-Linhas Aéreas de Angola e a UNAP decidiram efectivar amostras em todo o território nacional, no quadro do projecto "Angola nas Telas da Solidariedade”, visando promover as artes plásticas angolanas e apoiar jovens artistas emergentes. Indicou que o projecto teve como pontos de partida as províncias de Benguela, Huíla e Huambo para a promoção de produtos artísticos no domínio das artes plásticas, apoiar os artistas de diferentes pontos do país a exporem as suas obras, descobrir novos talentos e ajudar, também, as crianças em situação de vulnerabilidade.

Fernandes de Carvalho esclareceu que o projecto tem um forte pendor social, razão pela qual as três instituições envolvidas, designadamente a Galeria Tamar Golan, a TAAG e a UNAP uniram sinergias para dar suporte às exposições e dessa forma responder às suas acções viradas para as responsabilidades sociais. Assim sendo, informou, os resultados da venda dos produtos expostos em Benguela serão distribuídos a favor do lar de acolhimento da Casa dos Gaiatos, para apoiar e implementar o programa de formação e acompanhamento dos talentos existentes naquele lar de caridade, onde se fez uma visita guiada.

Preencher os espaços do Museu 

A directora do Museu Nacional de Arqueologia em Benguela, Helena Benjamim, afirmou que a sociedade tem acompanhado o desenvolvimento das obras da cidade e o Museu, que também beneficiou de obras, tem sido palco de várias exposições. Com as obras feitas no Museu Nacional de Arqueologia, explicou, novos espaços foram criados e o que se quer é que se dê vida a essas áreas."Para nós, esta não é a primeira vez. Já tivemos várias actividades e o que nós queremos é que não paremos por aqui. Estamos com as portas abertas para que actividades do género continuem”, defendeu.

Exposição especial

Por sua vez, a directora do Gabinete Provincial da Cultura, Turismo, Juventude e Desportos em Benguela, Rosária Tchitali, enalteceu a iniciativa, destacando o facto de o projecto sem fins lucrativos promover e apoiar os jovens artistas do país.

Para Rosária Tchitali, a exposição aberta em Benguela é uma celebração da diversidade da expressão artística do país, pois nas telas estão representados valores sublimes como a solidariedade, a esperança e a resiliência "das nossas gentes”. Defendeu que as obras expostas inspirem e conectem todos, tendo agradecido a todos os envolvidos no projecto, que "vai proporcionar uma experiência enriquecedora ao explorar Angola nas telas da solidariedade”.

Artistas de Benguela manifestam satisfação

Em nome dos artistas de Benguela, Jó Delgas disse que a abertura da exposição é motivo de grande orgulho e alegria, por se tratar de um projecto artístico a todos os níveis louvável e de uma dimensão grandiosa, do qual se augura enorme sucesso. "A amostra é inédita para a nossa província”, disse, acrescentando que "há anos que reclamamos a falta de visibilidade, de apoio, de material adequado para a actividade pictórica e que viessem em nosso socorro, ajuda que agora chega de três instituições, a UNAP, a Galeria Tamar Golan e a TAAG, para apoiarem a nossa luta por dias melhores”. Jó Delgas afirmou que Benguela, por ser a segunda praça artística do país, merece um local de acolhimento de exposições permanentes e ter "o nosso Museu a acolher o lançamento da primeira pedra nos enche de orgulho e de muita alegria. Alegria, também, por sermos os primeiros seis artistas seleccionados a tomar parte do projecto e a darmos o nosso contributo à causa filantrópica, que é o propósito do projecto”.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura