Regiões

Mais de 1.700 concorrem para 63 apartamentos da Centralidade do Luena

José Rufino | Luena

Jornalista

Os ocupantes dos 63 apartamentos da Centralidade do Luena vão ser encontrados com base num sorteio feito ontem e no qual participaram 1.744 concorrentes.

09/06/2022  Última atualização 11H45
© Fotografia por: DR

Das 425 moradias, entre apartamentos e casas isoladas, que compõe a Centralidade do Luena, foram reservadas 63 para o sorteio público, no âmbito dos critérios adoptados pela Comissão provincial encarregada do processo de atribuição de quotas a empresas públicas e privadas e outras organizações.

Eusébio Cassoma, porta-voz da comissão organizadora do sorteio, disse terem sido sorteadas 15 moradias para o arrendamento, 25 para propriedade resolúvel e 34 para pronto pagamento a 100 ou 50 por cento do valor da habitação.

Informou que, entre as 1.744 candidaturas, foram anuladas 186, por dupla candidatura, o que a comissão organizadora considerou fraude.

Eusebio Cassoma disse que após à realização do sorteio, a comissão vai fazer a gestão das listas dos sorteados para depois serem enviadas para a Kora, a entidade gestora do processo.

"Tivemos duas modalidades, entre as quais uma de atribuição e outra de sorteio”, esclareceu, sublinhando que houve redução de quotas estabelecidas para algumas entidades, "para atender a Reserva Estratégica do Estado”.

Informou que mesmo as listas do sorteio das entidades a quem foram atribuídas moradias serão enviadas à estrutura má-xima do processo de acesso às habitações.

Agnelo Cassemene, de 29 anos e um dos concorrentes, mostrou-se satisfeito por estar mais pró-

ximo de realizar um dos seus maiores sonhos: o de ter casa própria.

"Sinto-me feliz porque estou na fase de constituir a minha   família e ganhando uma casa num sorteio com mais de mil candidatos seria gratificante”, afirmou.


Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões