Sociedade

Mais de 1.200 novos efectivos reforçam PIR

Roque Silva

Jornalista

Pelo menos 1.209 novos agentes integraram, esta terça-feira, o quadro de efectivos da Polícia de Intervenção Rápida (PIR), após concluírem, em Luanda, o curso de especialização em anti-terrorismo e anti-distúrbio.

15/06/2022  Última atualização 10H30
Milhares de jovens foram enquadrados nas fileiras da Polícia © Fotografia por: Jaimagens/fotógrafo

Os novos efectivos da Polícia Nacional foram apresentados em parada, num acto presidido pelo ministro do Interior, Eugénio Laborinho, que visou saudar o 30º aniversário da PIR, ocorrido no centro de Instrução.

Os 1.209 finalistas frequentaram o curso básico, dividido pelas fases de instrução militar, ordem pública e intervenção rápida, por um período de nove meses.

Os novos agentes, que saíram de um grupo de 1.215 elementos, sendo que seis foram enquadrados no Ministério do Interior, foram promovidos a patente de agentes de 1ª classe.

O ministro referiu que o efectivo recém-integrado nas fileiras da Polícia Nacional vai reforçar o contingente existente no asseguramento dos períodos pré-eleitoral, eleitoral e pós-eleitoral.

Eugénio Laborinho considerou que a Polícia sai mais reforçada, para cumprir exemplarmente o seu papel, ali onde for chamada. Por isso, nos últimos dois anos, tem sido feito investimentos para a melhoria da criação de condições humanas, materiais e tecnológicas, no sentido da modernização e rejuvenescimento das forças da PIR.

O ministro disse que a capacitação de reacção técnica, táctica e operativa pela ingente e contínua necessidade de elevação do sentimento de segurança dos cidadãos deve continuar a ser uma aposta da instituição.

Na ocasião, foram promovidos 33 efectivos, sendo 12 a título póstumo, e homenageado e exaltado, com diplomas de mérito, os antigos comandantes Alfredo Ekuikui e Alfredo Quintino.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade