Mundo

Macron anuncia conferência de doadores para o Líbano

O Presidente francês, Emmanuel Macron, anunciou, ontem, a realização de uma conferência de doadores para o Líbano para os próximos dias, na sequência das explosões de terça-feira em Beirute, que devastaram bairros inteiros na capital libanesa.

07/08/2020  Última atualização 07H00
DR © Fotografia por: Presidente francês, Emmanuel Macron

“Nos próximos dias vamos organizar uma conferência internacional de apoio a Beirute e à população libanesa”, afirmou Macron numa conferência de imprensa na capital do Líbano, para onde viajou para prestar apoio e solidariedade.

“A intenção passa por mobilizar financiamento internacional, dos europeus, dos americanos, de todos os países da região, para fornecer medicamentos, cuidados de saúde e alimentos”, sublinhou o Presidente francês.

Na mesma conferência de imprensa, que marcou o fim da visita a Beirute, Macron apelou aos dirigentes libaneses que façam “profundas reformas” para que o país saia do impasse político e económico. “É necessária uma refundação de uma nova ordem política e profundas alterações”, afirmou Macron, depois de se ter reunido com grande parte dos principais actores políticos do país.

Reclamou a realização de uma investigação internacional “transparente” para investigar as duas fortes explosões que sacudiram Beirute na terça-feira, causando pelo menos 137 mortos e mais de cinco mil feridos, segundo o último balanço feito pelas autoridades libanesas. Até 300 mil pessoas terão ficado sem casa devido às explosões, segundo o governador da capital do Líbano, Marwan Abboud.

“É preciso realizar uma investigação transparente para evitar que as coisas fiquem esquecidas e que se instalem dúvidas”, sublinhou o Presidente francês.
As violentas explosões podem ter tido origem em materiais explosivos confiscados e armazenados há vários anos no porto da capital libanesa. O Primeiro-Ministro, Hassan Diab, revelou que cerca de 2.750 toneladas de nitrato de amónio estavam armazenadas no depósito do porto de Beirute que explodiu.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo