Política

Luís Nunes garante obras de reabilitação no Lobito

Sérgio V. Dias | Lobito

Jornalista

O primeiro secretário provincial de Benguela do MPLA, Luís Nunes, afirmou estar à vista e cada vez mais perto, o resgate da mística do Lobito como “sala de visitas do país”. Durante um acto de massas no Alto Liro, lembrou que pelas características peculiares da região as intervenções vão incidir sobretudo no domínio das estradas.

08/08/2022  Última atualização 08H18
Manuel Luís Nunes afirmou que o voto no candidato João Lourenço significa a continuidade da execução das obras e, também, a implementação de novos projectos para o desenvolvimento da província © Fotografia por: DR

Na ocasião, Luís Nunes falou, ainda, de trabalhos de limpeza feitos a nível dos mangais e nas valas de drenagens, que proporcionaram o regresso dos flamingos e em termos de impacto ambiental mostram os resultados positivos que estas acções estão a gerar.

O político lembrou que o Executivo liderado por João Lourenço, candidato do partido às eleições de dia 24, gizou políticas públicas que permitem a realização de várias acções, com o objectivo de garantir a modernização dos equipamentos sociais e infra-estruturas integradas nos municípios. "Estas garantem melhor qualidade de vida, mais oportunidades de emprego e condições para potenciar a produção local”, disse, lembrando a conclusão de vários projectos e outros ainda em execução."

Em relação às estradas do Lobito, garantiu que as intervenções a serem  feitas vão incidir sobre vários troços da urbe. Destacou a conclusão do troço da estrada que liga a Pastelaria Áurea à rotunda da Unidade Operativa, a construção de uma via rápida entre o município da Catumbela e a saída do Lobito, na zona do Africano.

Além destes traçados rodoviários, falou ainda da reabilitação da Avenida Brasil, da rotunda da Colina da Saudade, avenida Craveira Lopes - Linha Férrea do Caminho-de-Ferro de Benguela (CFB) - até ao troço Silva Carvalho, entre outros pontos do Lobito.

Luís Nunes assegurou que além da asfaltagem, nestes troços serão também repostos os lancis e a iluminação pú-blica, particularmente na Zona Alta do Lobito.

O também governador de Benguela apontou, ainda, a requalificação dos bairros da Canata e Compão, com asfaltagem, a iluminação pública e passeios. A limpeza e perfilamento das valas de drenagem vão ser levados a cabo também no Lobito.

A reabilitação do Museu Regional Etnográfico e do Cine Flamingo, assim como a requalificação da malha rodoviária do Bairro 28 e todas as travessas das avenidas principais constam também do rol de obras a serem feitas.

"Vamos também fazer a recuperação de todas as zonas verdes e a reposição da capacidade de produção da ETA-Luhongo, bem como o reforço da capacidade de produção de água na captação do Chiule, com a construção de novos furos, o que vai permitir atender, as zonas altas do Lobito e da Catumbela”, assegurou Luís Nunes.


Ex-responsável demarca-se da CASA-CE

Durante o acto de massas de sábado, dia 6, presidido por Luís Nunes, no Alto Liro, em apoio à candidatura de João Lourenço e MPLA às Eleições Gerais de 24 deste mês, que juntou mais de 20 mil pessoas, Júlio Sawambo assumiu publicamente a sua demarcação da CASA-CE aderindo às fileiras do "partido dos camaradas”.

O ex-primeiro secretário da coligação liderada por Manuel Fernandes disse não se rever mais na ideologia desta força política em que militou durante o período de 2012 a 2022.

Lembre-se que para o pleito aprazado para dia 24 do mês em curso, Benguela tem instaladas 980 assembleias de voto para atender um universo de um milhão e 201 mil e 92 eleitores confirmados para o processo, que votarão em 2.117 mesas de voto.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política