Cultura

Luís Fernando é o destaque para o projecto da Mayamba

Manuel Albano

Jornalista

Luís Fernando é o próximo convidado do projecto “O Escritor do Mês”, que tem início a 8 deste mês, Dia da Cultura Nacional, na livraria Mayamba, informou, domingo (2), em Luanda, o director da editora, Arlindo Isabel.

03/01/2022  Última atualização 10H29
Escritor é a referência do mês da iniciativa, criada para incentivar a partilha de experiências © Fotografia por: DR
O director da Mayamba Editora, mentora da iniciativa, espera a mesma recepção positiva do público ao projecto, em especial pelo facto de Luís Fernando ter apresentado, no mês passado, uma colectânea de livros, em celebração dos 60 anos de idade, entre os quais destacam-se "Um Padre no Hotel” (contos), "Vozes na Pedra” (crítica literária), "Andanças” (crónicas de viagens) e textos publicados na revista "Vida”.

O escritor Manuel Rui, que foi o destaque do mês passado, realizou, na última sexta-feira, um encontro com o público, no qual alertou à importância de apostar na reformulação do ensino no país, com o intuito de se melhorar a qualidade do produto final.

Em declarações no encerramento da primeira edição do projecto "O escritor do mês”, que incluiu uma sessão de autógrafos e venda dos livros "Tio Jorge e outros quês”, "O Benguelense Boxeur”, "Kalunga”, "A Boneca de Trapos”  e a "A Alegria e a Girafa”, o escritor disse ser essencial melhorar a qualidade do ensino, para permitir o surgimento de melhores professores e assim facilitar o processo educativo dos estudantes.

Desta forma, referiu, o país ganharia. "Um ensino de maior qualidade permitiria dotar a juventude de capacidade criativa e assim incentivar o surgimento de potenciais escritores, pois há muitos livros no mercado sem qualidade”, disse, além de citar Ondjaki como um exemplo, sendo um dos poucos jovens angolanos com livros de bastante qualidade.
Adilson Silva, leitor confesso de Manuel Rui, marcou presença no local, onde aproveitou comprar o livro "A Alegria e a Girafa”, para oferecer ao filho como prenda de Natal. Para ele, foi um sonho poder manter contacto directo, pela primeira vez, com um dos autores que muito admira. "Uma surpresa agradável”, garantiu.


O autor
Manuel Rui Alves Monteiro nasceu na cidade do Huambo, a 4 de Novembro de 1941. Fez os estudos primários e secundários no Huambo, seguindo para Portugal, onde cursou Direito na Universidade de Coimbra até 1969. Enquanto estudante, foi activista cultural da Casa dos Estudantes do Império, participou em acontecimentos literários e políticos, tendo sido preso em Portugal. Exerceu advocacia em Coimbra e Viseu.
Regressou a Angola em 1974 e foi director-geral da Informação e ministro da Informação, no Governo de Transição. Após a Independência, ocupou diversos cargos entre os quais o de director da Faculdade de Letras do Lubango e do Instituto Superior de Ciências da Educação (ISCED), assim como foi também professor universitário e jurista.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura