Sociedade

Lueji A’nkonde espera 1.200 novos alunos

Armando Sapalo | Dundo

Jornalista

A Universidade Lueji A’nkonde tem disponíveis, para o próximo ano académico, 1.200 vagas, a serem repartidas pelas distintas unidades orgânicas da instituição, informou, terça-feira, no Dundo, o reitor Alfredo Manuel.

10/08/2022  Última atualização 06H50
Instituição prepara mudanças e tem planos para expansão © Fotografia por: DR

Sem mencionar o número de vagas para cada uma das unidades orgânicas sob tutela da universidade, o reitor explicou que depois das inscrições, a serem encerradas sexta-feira, dia 12, vão ser afixadas as listas com os candidatos seleccionados para os exames de acesso.

As vagas disponíveis, admitiu, não satisfazem a crescente procura por parte dos estudantes ao ensino superior nas províncias da Lunda-Norte e Lunda-Sul.

Alfredo Manuel apontou como principais desafios da universidade, para o próximo ano académico, a melhoria da gestão administrativa e académica, o incentivo à investigação científica, uma maior articulação com os Governos das Lundas Norte e Sul na formação de quadros. 

Actualmente, explicou, a universidade conta com cinco unidades orgânicas, nomeadamente a Escola Pedagógica, as Faculdades de Direito e Economia e a Escola Técnica do Cuango, na Lunda-Norte, e a Escola Superior Politécnica, na Lunda-Sul. Entre as unidades orgânicas, apenas a Escola Pedagógica do Dundo tem infra-estruturas próprias.

A falta de infra-estruturas, defendeu, vai ser resolvida com a construção dos campus universitários no Dundo e Saurimo, cujas obras iniciaram no passado mês de Junho deste ano. A construção das duas infra-estruturas, disse, conta com o financiamento da Endiama.

 O investimento em cada  um dos pólos universitários, informou, vai ser de 50 milhões de dólares. "O campus do Dundo vai albergar também os serviços centrais da reitoria, das Faculdades de Direito e Economia, com salas de aula,  incluindo quadras polidesportivas”.

Por sua vez, continuou, o Campus de Saurimo, na Lunda-Sul, está a ser implantado para albergar a Escola Superior Politécnica local, com salas  de aula e  laboratórios. "A universidade precisa, também, reforçar  o  capital humano, com 100 novos docentes”, disse.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade