Sociedade

Luandenses preocupados com a falta de saneamento básico

JA Online

A falta de saneamento básico em algumas ruas de Luanda representa para os cidadãos uma das principais preocupações.

25/01/2023  Última atualização 15H21
© Fotografia por: DR

Em conversa com alguns munícipes, esta quarta-feira, por ocasião do 447.º aniversário da capital, o JA Online soube que os cidadãos almejam uma Luanda mais limpa, nos próximos tempos.

"Para os próximos anos, precisamos ver uma Luanda com problemas de saneamento básico ultrapassados, mais vias de acesso de qualidade, mais transportes para facilitar a mobilidade dos munícipes, a extinção da delinquência, mais emprego para juventude", começou por dizer, Nelson José, morador do bairro Morro Bento.

"Precisamos ver de facto uma verdadeira terra de braços abertos, mais água e uma maior qualidade na oferta dos serviços públicos de educação e saúde", concluiu.

O saneamento básico também é defendido como um dos principais desafios para a capital do país, de acordo com a cidadã, Jeovânia Matari.

"Gostaria de ter uma Luanda realmente funcional por todos e para todos, com os serviços de saneamento básico melhorados, a distribuição da energia eléctrica e água potável, os serviços hospitalares, melhores escolas e áreas de lazer principalmente para crianças", sublinhou.

Este sentimento é igualmente partilhado pela munícipe, Cândida Costa.

"A questão do saneamento básico é um dos problemas que mais acomete a nossa capital, mas apesar disso, é importante olhar-se para o resgate da essência da cidade", disse.

"Incutir na cabeça dos luandenses que a província é um património cultural e que deve ser preservado. Divulgar mais os espaços históricos que precisam de ser reabilitados, como por exemplo, o Marco Histórico do Cazenga", recordou.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade