Política

Luanda e Kigali com ligação aérea nos próximos dias

Helma Reis

Jornalista

O embaixador de Angola no Ruanda, Eduardo Octávio, anunciou, terça-feira(17), em Luanda, que o país vai receber, nos próximos dias, o primeiro voo de ligação directa com a cidade de Kigali, capital do Ruanda, como resultado do acordo assinado entre os dois países, em Maio de 2018.

18/05/2022  Última atualização 10H55
© Fotografia por: DR

Eduardo Octávio, que falava à margem da visita que os embaixadores angolanos acreditados no exterior realizaram à Zona Económica Especial (ZEE) Luanda - Bengo, garantiu que a Embaixada de Angola no Ruanda está a promover a vinda ao país de empresários ruandeses, no voo inaugural, com o objectivo de participarem do segundo Fórum de Negócios.

O diplomata referiu que outra grande vantagem é a oportunidade que os empresários angolanos terão, ao tomarem contacto com os homólogos ruandeses, uma vez que o seu mercado oferece espaço para afirmação de negócios. Eduardo Octávio sublinhou que há, no mercado nacional, empresas ruandesas a explorar os sectores da Energia, Construção e dos Transportes.

"Chegam ao país, nos próximos meses, empresas interessadas em investir na distribuição de energia rural, um importante campo por se explorar, tendo em conta que Angola está a levar a cabo um processo gradual de electrificação", realçou o diplomata. 

Acrescentou que a visita à ZEE é relevante, "porque tomamos conhecimento de uma série de investimentos, que podem contribuir para a diversificação da economia, resultando, igualmente, na criação de mais emprego". O embaixador Eduardo Octávio considerou ser necessária a capacidade de empreendedorismo, por permitir a criação de mais fábricas, "dando mostras que há condições para o investimento".

Na ocasião o embaixador angolano no Reino Unido, Geraldo Nunda, mostrou-se satisfeito por tomar contacto com as realizações que estão a ser feitas no âmbito do investimento interno, principalmente nos sectores Industrial e Agrícola. "Estão dados os primeiros passos, aqui, para nos tornarmos, cada vez mais, um país industrial", disse, tendo feito saber que vão continuar a trabalhar para trazer investimento ao país.

A visita à Zona Económica Especial Luanda-Bengo foi promovida pelo Ministério das Relações Exteriores (MIREX), em parceria com a AIPEX, no âmbito do engajamento das missões diplomáticas na captação de investimento estrangeiro, bem como na conquista de novos mercados, por meio de uma diplomacia cada vez mais actuante, em alinhamento com a estratégia do Executivo.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política