Regiões

Localidades de Cazengo e Cambambe com maior índice de desempregados

Pelo menos 64 por cento dos jovens desempregados na província do Cuanza-Norte, por falta de formação profissional, estão concentrados nos municípios de Cazengo e Cambambe, informou, em Ndalatando, o responsável do serviço provincial do Instituto Nacional de Emprego e Formação Profissional (INEFOP).

18/03/2019  Última atualização 07H00
DR

João António Gaspar, que falava durante a abertura do ano formativo do INEFOP, disse que foram inscritos nos nove centros de formação profissional controlados pelo Governo a nível do Cuanza-Norte um total de 2.274 candidatos, que necessita de formação profissional para inserção no mercado de trabalho. Acrescentou que, por limitação de vagas e salas de aula, foram apenas matriculados 930 candidatos, sendo 763 homens e 167 mulheres, nas especialidades de Alvenaria, Serralharia, Carpintaria, Informática, Refrigeração, Canalização, Corte e Costura, Decoração, Electricidade, Mecânica, Electrónica, Culinária, Pastelaria e agricultura. Os cursos, acrescentou, terão a duração de nove meses.
João Gaspar realçou que o maior número de jovens que necessita de formação profissional para inserção no mercado de trabalho vive no município de Cazengo, onde foram inscritos 1.025 candidatos e apenas 310 foram apurados, e em Cambambe, com 220 matriculados, num universo de 1.068 candidatos inscritos.
No ano passado foram formados a nível da província do Cuanza-Norte 778 jovens, dos 1.079 inscritos nos centros de formação profissional de Ndalatando, Golungo Alto, Samba Caju, Quiculungo e Cambambe.
A província do Cuanza-Norte dispõe de 16 centros de formação profissional, sendo nove públicos e tutelados pelo INEFOP e sete privados, dois dos quais pertencentes à congregação católica Dom Bosco.
Os cursos ministrados nos centros, ligados ao ramo da construção civil, são os que mais oferecem vagas de emprego aos jovens. O director do Gabinete Provincial para o Desenvolvimento Económico Integrado, Humberto Mesquita, informou que a meta do Governo Provincial é reduzir o número de jovens desempregados, fomentando o empreendedorismo.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões