Regiões

Localidade de Makuta tem nova escola primária

Elautério Silipuleni | Ondjiva

Jornalista

A população da localidade de Makuta, arredores da vila de Xangongo, município de Ombadja, província do Cunene, conta, desde quarta-feira, com uma escola do ensino primário, com três salas de aula, com capacidade para acolher 520 alunos.

28/10/2022  Última atualização 07H40
© Fotografia por: DR

As  obras foram financiadas pelo Banco de Fomento Angola (BFA), em parceria com o UNICEF.

O Presidente do Conselho de Administração do BFA, Rui Mangueira, disse que a instituição, no quadro do seu programa de responsabilidade social, dá atenção especial a projectos ligados à criança, aos sectores da Saúde, Educação e às áreas de inclusão social.

Rui Mangueira garantiu que o BFA vai continuar a financiar a construção de projectos sociais ligados as crianças do município de Ombadja e em outras partes da província do Cunene, para ajudar o Executivo a melhorar as condições sociais da população. "Esta é a quinta escola construída, no município de Ombadja, no âmbito do programa de responsabilidade social do BFA. Vamos continuar a trabalhar com a Administração Municipal para a construção de mais infra-estruturas sociais, em benefício das crianças e das comunidades da província do Cunene”.

Armindo Cachama, aluno da 5ª classe, que falava em nome dos colegas, disse que a localidade contava, apenas, com salas provisórias, em tendas e debaixo de árvores. "Estamos satisfeitos com o surgimento desta escola moderna, que resulta da parceria público/privada. Vamos cuidar bem dela”.

O vice-governador para Sector Político, Económico e Social, Apolo Ndinoulenga, disse que a construção da escola na localidade de Makuta demonstra a preocupação do Governo e dos seus parceiros na resolução dos problemas da Educação.

Acrescentou que, a par do investimento no capital humano, a rede escolar é fundamental para a melhoria da qualidade do processo de ensino e aprendizagem.

Sublinhou que o estabelecimento de ensino constitui uma mais-valia para o sector da Educação no município de Ombadja, porque vai proporcionar aos professores condições de trabalho condignas e aos alunos um espaço confortável de aprendizagem, que reforce e amplie o seu desejo de estudar, para o desenvolvimento do país.

Segundo Apolo Ndinoulenga, a nova escola responde às constantes solicitações da população local, que clamava por um estabelecimento de ensino na localidade.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões