Regiões

Livro retrata Covid-19 em Ndalatando

Isidoro Natalício e André Brandão | Em Ndalatando

Jornalistas

O drama da Covid-19 em Ndalatando, a segunda região do país a registar primeiros casos da doença, está agora retratado em livro, numa iniciativa de Maiama Salazar “Nkiavanguida”.

30/08/2021  Última atualização 23H39

Intitulado "Dias Negros com a Pandemia de Covid-19 na cidade de Ndalatando”, traz relato dos momentos iniciais da circulação do novo coronavírus em Angola, com realce aos acontecimentos na província do Cuanza Norte.

Em 200 páginas, o autor descreve os focos da doença e o pânico instalado entre a população depois das autoridades sanitárias terem divulgado os três primeiros casos, nos bairros do Sambizanga, Kipata e Índios.

Nkiavanguida fala da apreensão pelo desconhecido vírus, do susto, discriminação, recolhimento institucional e individual, interrupção da vida normal, além de destacar o empenho do Executivo no fornecimento de água potável, através de camiões cisternas e reservatórios.

No livro realça-se o engajamento dos técnicos de saúde e a construção dos hospitais de campanha para quarentena institucional, enquanto o autor apela à sociedade para encarar a Covid-19 sem perder o prazer pela vida.

A obra foi lançada na última sexta-feira, nesta cidade, tendo sido lembrado que a doença descoberta na China rapidamente  assolou  diferentes países e no início de 2020 a Organização Mundial da Saúde  declarou-a pandemia.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões