Política

Lituânia solicita apoio à candidatura na ONU

A Lituânia solicitou, sexta-feira, o apoio diplomático do Governo angolano para duas candidaturas ao Conselho dos Direitos Humanos das Nações Unidas, de 2022 a 2024, e ao Conselho Executivo da UNESCO, de 2021 a 2025.

20/06/2021  Última atualização 07H30
Embaixadora de Angola na África do Sul teve, em Pretória, encontro com o homólogo lituano © Fotografia por: Edições Novembro
O pedido foi feito, em Pretória, pelo embaixador da Lituânia na África do Sul, Dainius Junevicius, à homóloga angolana, Filomena Delgado, durante um encontro no qual se passou em revista a cooperação entre os dois países e o desejo do reforço das consultas permanentes sobre questões bilaterais, multilaterais e internacionais.

De acordo com uma nota da Embaixada de Angola na África do Sul, a Lituânia quer usar a experiência que tem da Agenda da Liberdade e da Democracia para fortalecer os princípios internacionais da tomada de decisões multilaterais, do diálogo com a sociedade civil e do respeito pelos direitos humanos.


Segundo o embaixador Dainius Junevicius, a nível da UNESCO, a Lituânia quer usar a experiência na melhoria das respostas da instituição aos desafios globais da educação inclusiva, ciência, informação, tecnologias digitais, inteligência artificial e inovação.


Um acordo de intenções, de 2017, entre Angola e a Lituânia, aponta o interesse daquele país da União Europeia em formar quadros angolanos nos sectores da indústria, agricultura, tecnologias de informação, comércio e serviços.
Dainius Junevicius apresentou, recentemente, as cartas credenciais ao Presidente da África do Sul, Cyril Ramaphosa.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política