Cultura

Linguista expõe reflexões em São Tomé e Príncipe

O linguista angolano Ezequiel Bernardo disserta hoje, via online, no simpósio “A língua portuguesa que há em nós: Reflexões sobre os nossos pluricentrismos”, na Universidade de São Tomé e Príncipe.

05/05/2022  Última atualização 14H10
Ezequiel Bernardo fala sobre a falta de pluralidade © Fotografia por: DR

No encontro, que decorre desde quarta-feira(4), , em alusão ao Dia da Língua Portuguesa, o linguista vai falar sobre como a falta de pluralidade pode afectar a riqueza de uma língua, tendo em conta as diferentes realidades dos falantes. "A pluricentralidade busca legitimar as diversas variações linguísticas nos países de expressão portuguesa e, neste caso, admitir a dinâmica da língua”, disse.

Ezequiel Bernardo possui graduação em Língua e Literatura em Língua Portuguesa, obtido na então Faculdade de Letras e Ciências Sociais, da Universidade Agostinho Neto.

O 5 de Maio, como Dia da Língua Portuguesa, foi oficialmente estabelecido em 2009, pela CPLP, para celebrar as culturas lusófonas.  O português continua a ser, hoje, uma das principais línguas de comunicação internacional, e uma língua com uma forte extensão geográfica, destinada a aumentar.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Cultura