Regiões

Limitação financeira impossibilita trabalhos científicos em Cabinda

Arsénia Manuel | Cabinda

Jornalista

O reitor da Universidade 11de Novembro, em Cabinda, Kianvu Tamo, defendeu, sexta-feira, a necessidade do aumento da dotação orçamental atribuída à instituição, pelo OGE, por não prever a rubrica que permita a aquisição de equipamentos, meios de transporte e suporte de encargos que visam a melhoria da instituição.

23/10/2022  Última atualização 07H15
Ano académico na província de Cabinda teve início sexta-feira © Fotografia por: José Soares | Edições Novembro | Cabinda

De acordo com Kianvu Tamo, que falava durante o acto oficial de abertura do ano académico 2022/2023, a nível da província, a limitação orçamental tem estado a impossibilitar que a Universidade 11 de Novembro desenvolva trabalhos científicos, compre viaturas e melhore as condições dos titulares dos órgãos eleitos.   

"Temos dificuldades de meios de transporte e alojamento para auxiliar os titulares dos órgãos eleitos e serviços executivos”, reiterou Kianvu Tamo, tendo anunciado que, para o presente ano lectivo, foram matriculados 4.200 estudantes na Faculdade de Economia e 113 na Faculdade de Medicina.  

O vice-governador provincial para o Sector Económico e Produtivo, Romão Macário Lembe, disse que a universidade deve ser um lugar onde se desenvolvam capacidades criativas, para a resolução dos problemas da sociedade.  "A universidade, ao longo da sua existência, tem demonstrado que desempenha um papel relevante para o desenvolvimento das sociedades, através da formação da nova geração”.

Acrescentou que a Universidade 11 de Novembro, desde a sua criação, já formou, em Cabinda, vários quadros, integrados em projectos que visam o desenvolvimento  do país e da província em particular. " De acordo com dados do Censo Populacional, de 2014, Luanda e Cabinda são as regiões do país que formam mais quadros de nível superior”.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Regiões