Política

LIMA mobiliza membros na província do Huambo

Adolfo Mundombe | Huambo

A presidente provincial da Liga da Mulher Angolana (LIMA) no Huambo incentivou, domingo, no município do Cachiungo, que as mulheres afectas à organização feminina da UNITA continuem a mobilizar membros para o crescimento do partido do “Galo Negro”.

24/06/2024  Última atualização 09H02
Presidente provincial da Liga da Mulher Angolana, Suzana Chiteculo © Fotografia por: Edições Novembro

Suzana Chiteculo, que falava no acto político alusivo ao 52.º aniversário da LIMA, sob o lema "Mulheres unidas na mobilização para as autarquias”, considerou necessário que estejam focadas e activas nas localidades, passando a mensagem sobre o processo.

Segundo a dirigente da LIMA na província, a nação só pode prosperar com o envolvimento das mulheres em diversas vertentes da vida política, social, cultural e económica.

Para a responsável, a criação e trajectória da LIMA tiveram o impulso do presidente fundador da UNITA, Jonas Savimbi, desde o projecto Muangai, onde se criou a organização a 18 de Junho de 1972, na 8.ª Conferência anual do partido no Moxico.

Suzana Chiteculo frisou que a LIMA surge como reflexo da necessidade de uma participação mais activa e organizada da mulher angolana, na luta pela libertação nacional, pela unidade, justiça social, desenvolvimento sociocultural, económico e condição de garantia da liberdade.

"Apelamos a todos os membros a homenagear as heroínas e heróis que connosco trabalharam lado a lado, com ênfase ao presidente fundador, que nos projectou a todos e que o legado continue a nos guiar”, reforçou a dirigente da organização feminina da UNITA.

Na ocasião, o secretário provincial da UNITA no Huambo, Apolo Yakuvela, sublinhou o papel que a LIMA desempenhou ao longo de décadas. "A vossa resistência e apoio incondicionais fizeram com que a UNITA chegasse onde chegou hoje”, considerou.

Apolo Yakuvela apelou aos militantes da UNITA a aderirem ao Censo Populacional, a ser realizado a partir de 19 de Julho próximo, além do abraço ao registo interno dos amigos e simpatizantes do partido para a obtenção do cartão de membro.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política