Política

Líderes de três continentes analisam construção de uma organização resiliente e sustentável

A 10ª Cimeira de Chefes de Estado e de Governo da OEACP começa hoje, em Luanda, com trabalhos e exposições do país anfitrião, destacando-se, de acordo com o programa, o evento entre pares organizado pelo Banco Mundial, num dos hotéis da capital angolana.

06/12/2022  Última atualização 07H55
Ministro Téte António © Fotografia por: DR

Enquanto o primeiro dia é reservado a trabalhos e exposições, amanhã, estão previstos eventos paralelos, sob o tema "promover a competitividade das PME (Pequenas e Médias Empresas) dos países da OEACP no mercado mundial”, além de um Fórum da Juventude, assente no "impacto económico e social dos acidentes rodoviários – o papel da juventude”.

Ainda amanhã, está agendado o Fórum da Diáspora, sob o lema "políticas e práticas de colaboração com a diáspora”, ao passo que na quinta-feira, reservada para eventos pré-cimeira, consta do programa uma reunião preparatória do Conselho de Ministros da OEACP (Organização dos Estados de África, Caribe e Pacífico).

No mesmo dia (quinta-feira), haverá uma reunião dos chefes do Comité de Coordenação das Organizações Inter-Regionais da OEACP (IROCC) e fechará com o diálogo de alto nível da instituição sobre o sector privado.

Sexta-feira, o programa prevê a cerimónia inaugural, com fotografia de família (chefes de delegação), além dos discursos e actuações culturais, entrega da Presidência, reservando ao período da tarde o diálogo com os parceiros estratégicos, em que serão discutidos os "desafios das alterações climáticas”, "diversificação económica” e "desafios em matéria de paz e segurança”.

Na mesma sexta-feira, haverá o Fórum das Primeiras-Damas, altura em que será debatida a "Educação de meninas e mulheres como factor de empoderamento” e "Economia Azul: uma via para a sustentabilidade e a resiliência das comunidades”.

Antes do fecho da jornada, haverá, entre outros assuntos, o debate geral central sobre o tema "3 continentes, 3 oceanos, 1 destino comum: construir uma OEACP resiliente e sustentável”, num programa que inclui o "diálogo interactivo sobre os sub-temas "construir uma economia baseada no conhecimento aproveitando a ciência e a tecnologia, a investigação e a inovação”, "optimizar a liderança e a acção para fazer face aos desafios mundiais” e "fomentar o investimento e a competitividade e o comércio das MPME nos países da OEACP”.

Esta Cimeira terminará sábado, altura em que serão conhecidos os resultados do Fórum das Primeiras-Damas, ponto da situação sobre a implementação do Acordo de Georgetown revisto, análise e adopção do projecto de declaração, assim como os participantes vão definir a data e o local da 11ª Cimeira de Chefes de Estado e de Governo da OEACP.

  Ministro aborda preparativos com o embaixador francês

O ministro das Relações Exteriores, Téte António, abordou, ontem, com o embaixador francês em Angola, Daniel Vosgien, a preparação da 10ª Cimeira da OEACP, a realizar-se de hoje até sábado, em Luanda, tendo as duas entidades aproveitado o momento para analisar as trocas de visitas de alto nível entre os dois países, além de questões administrativas e consulares que preocupam ambas as partes.

Téte António aproveitou a ocasião para passar em revista questões relacionadas com a Mini-Cimeira de Luanda sobre a Paz e Segurança no Leste da República Democrática do Congo, num encontro em que o estado da cooperação bilateral entre Angola e a França foi, igualmente, analisado.

A este respeito, o embaixador francês elogiou a forma como Angola tem estado a liderar o processo de mediação entre a República do Rwanda e a RDC.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Política