Mundo

Líder “jihadista” abatido em operação da força militar francesa

Uma operação da força militar francesa Barkhane que atua no Mail abateu um chefe “jihadista” de um grupo leal à Al-Qaida e quatro outros membros numa intervenção em Gourma, norte do país, informaram hoje fontes diplomáticas e de segurança.

17/10/2021  Última atualização 21H40
© Fotografia por: DR

O chefe "jihadista” Saghid Ag Alkhoror do Grupo de Apoio do Islão e Muçulmanos (Jnim), conhecido por Abu Nassar, e quatro dos seus combatentes, foram mortos no sábado durante uma operação aérea da Barkhane na localidade de Tin Assakok, indicou a agência noticiosa Efe.

As forças francesas estão presentes no Mali há oito anos, a pedido das autoridades locais, para combater grupos islamitas radicais, mas os resultados desta operação têm sido muito criticados nos últimos anos, incluindo os seus "efeitos colaterais” que têm atingido a população civil.

A instabilidade do Mali prolonga-se desde o golpe de Estado de 2012, quando grupos tuaregues rebeldes e organizações "jihadistas” assumiram o controlo do norte do país durante 10 meses.

O país do Sahel regista uma situação de grande instabilidade, com uma forte pressão "jihadista” e dois golpes de Estado em menos de um ano, e um processo de transição que ainda não foi concluído. As eleições gerais, que devem culminar esta fase transitória, ainda não têm data marcada.

 

 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo