Mundo

Líder da Junta Militar reúne com Marc Kaboré

O chefe da Junta Militar no poder no Burkina-Faso, tenente-coronel Paul-Henri Sandaogo Damiba, recebeu, terça-feira, Roch Marc Christian Kaboré, o ex-Presidente que derrubou no golpe de Estado em Janeiro, para “aliviar a tensão política”, anunciou a Presidência.

23/06/2022  Última atualização 08H25
Kaboré e Damiba abordam questões de segurança e unidade © Fotografia por: DR
Segundo a France Press, de acordo com imagens fornecidas pela Presidência, os dois homens apertaram a mão um ao outro e a reunião decorreu num ambiente visivelmente descontraído.

Kaboré fez-se acompanhar por outro ex-Chefe de Estado, Jean-Baptiste Ouédraogo (Novembro de 1982 - Agosto de 1983), durante a audiência realizada no Palácio Presidencial em Ouagadougou. Os três dirigentes "discutiram questões de segurança, a condução da transição e muitos outros assuntos de interesse nacional”, segundo o comunicado de imprensa, que sublinha que se trata do "início de uma série de acções para desanuviar a situação política”.

O encontro "testemunha o desejo de reconciliação do Chefe de Estado, por um Burkina-Faso unido, determinado e solidário no combate ao terrorismo” e "traduz a materialização do apelo à unidade nacional e coesão social”, acrescenta o texto. Acusado de não conter a violência extremista islâmica que mina o Burkina-Faso desde 2015, Roch Marc Christian Kaboré foi derrubado no final de Janeiro por uma Junta Militar liderada por Paul-Henri Sandaogo Damiba, agora Presidente de transição.

Mas a situação de segurança não melhorou, o país ainda é recorrentemente alvo de ataques de organizações extremistas islâmicos ligadas à al-Qaeda ou ao grupo fundamentalista Estado Islâmico.

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Mundo