Sociedade

Libertados 11 cidadãos implicados em actos de vandalismo no Benfica

Pelo menos 11 cidadãos implicados levados a julgamento sumário em Luanda por alegado envolvimento em actos de arruaça e vandalismo ocorridos na segunda-feira, no Benfica, foram libertados por insuficiência de provas, disse um dos advogados de defesa, Laurindo Sahana.

12/01/2022  Última atualização 18H42
© Fotografia por: DR

Segundo Laurindo Sahana, o julgamento teve início na terça-feira e que os réus estavam distribuídos por duas secções do Tribunal Provincial de Luanda Dona Ana Joaquina, a 6.ª e a 7.ª, num total de 33 taxistas.

Outros detidos serão presentes a julgamento na comarca de Belas, mas encontram-se ainda distribuídos por várias esquadras, segundo informações recolhidas pelo advogado junto dos líderes das associações de táxis que convocaram a paralisação de segunda-feira, avança a Lusa.

Na segunda-feira a greve ficou marcada por actos de vandalismo e distúrbios em vários pontos da cidade, com destaque para o distrito urbano de Benfica, onde um grupo de indivíduos destruiu e queimou um edifício do comité de acção do MPLA e um autocarro do Ministério da Saúde.

 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Comente

Faça login para introduzir o seu comentário.

Login

Sociedade